São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - sábado 19 de agosto de 2017 - Ano: IX - Edição: 3.222 - Visualizações: 17.954.957 - Postagens: 31.406

Ciro Gomes convoca o povo em defesa da democracia no próximo dia 31 de julho


17/07/2016 - O provável candidato à Presidência da República, Ciro Gomes (PDT), que participa neste sábado (16), do Conselho Nacional de Entidades Gerais (Coneg) da UNE, na capital paulista, comentou com exclusividade ao Portal Vermelho sobre o levante popular turco frente a tentativa de golpe militar em alusão a situação política no Brasil. “O povo tem que sair em massa, talvez seja a última oportunidade de dizer, que só chega à Presidência quem tem a maioria dos votos da população”.

O ex-governador do Ceará considera fundamental que os brasileiros se unam e lutem contra o processo de impeachment que afastou Dilma Rousseff do cargo pelo qual foi eleita. Ele aproveitou para convocar a população para sair às ruas no próximo dia 31 de julho, data em que a Frente Povo Sem Medo está mobilizando uma série de manifestações pelo Brasil para dizer “não ao golpe e em defesa da democracia”.

“O povo tem que sair em massa, talvez seja a última oportunidade de dizer, de uma vez por todas, que só chega à Presidência quem tem a maioria dos votos da população”, alerta Ciro.

Na ocasião, Ciro Gomes diz ter ficado impressionado com o levante popular turco que ocorreu na madrugada desta sexta-feira (15), quando as pessoas saíram às ruas para defender a nação. “Vi mulheres tirando cinto e enfrentando baionetas, fiquei com muita inveja desse exercício de cidadania, claro que no Brasil tudo é diferente (...) mas a luta pela democracia e respeito à prevalência do voto popular, como único caminho de acesso à Presidência da República inspiradora é que deve nos orientar”, destaca.


Assista o vídeo abaixo:


1 comentários:

Maria disse...

Ciro tem que pedir o povo do estado do Ceará, onde mora, para cobrar do governo uma coletiva e mostre ações objetivas no combate ao crime. Diariamente, os bandidos atacam delegacias, atacam policiais e os fogem em massa dos presídios. Ele fizer isso, vai prestar esse serviço ao estado do Ceará que estado todo acuado pelas ações cruéis dos delinquentes. Nem as cidades do interior desse estado se pode mais visitar de tanta violência de todo o tipo.

[ Deixe-nos seu Comentário ]