São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - segunda-feira 18 de dezembro de 2017 - Ano: X - Edição: 3.349 - Visualizações: 19.638.129 - Postagens: 32.192

Gleisi Hoffmann: Datafolha mostra “a mão da mídia nesse golpe”


Em vídeo nas redes sociais, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) denuncia que o resultado da última pesquisa Datafolha "não corresponde à realidade" e afirma que a "pesquisa induziu à opinião de quem entrevistou" ao não perguntar ao eleitor sobre novas eleições; com isso, o percentual que prefere um novo pleito caiu de 79% para 3%; "Isso é manipulação de dados, é indução. E nós temos que ter cuidado", afirma Gleisi; ela aponta ainda uma campanha em favor da avaliação de Temer, completamente diferente do que se fazia durante o governo Dilma; "Agora eles estão dizendo que nós não temos crise, que as coisas estão melhorando e que a população aceita o Temer", observa; o motivo, diz a senadora, é o fato de o Ministério Público ter confirmado que a presidente eleita não cometeu crimes; "Querem criar um clima agora de que a saída da presidenta é melhor para o Brasil"

20 DE JULHO DE 2016

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) publicou um vídeo nas redes sociais em que acusa o resultado da última pesquisa Datafolha de "não corresponder à realidade". Segundo ela, a "pesquisa induziu à opinião de quem entrevistou" ao não perguntar ao eleitor sobre sua opinião a respeito de novas eleições.

Com isso, o percentual que prefere um novo pleito caiu de 79%, registrado no levantamento de abril, para 3% na pesquisa atual, realizada em julho. "Isso é manipulação de dados, é indução. E nós temos que ter cuidado", alerta Gleisi. A senadora destaca que a fraude "ficou clara" depois que o próprio instituto soltou uma nota admitindo que cometeu erro, como aponta reportagem do jornalista Glenn Greenwald, do Intercept.

Ela aponta ainda uma "indução", nos telejornais brasileiros, sobre a avaliação do governo Temer. "Ontem e hoje pela manhã os telejornais estavam dizendo que há já uma mudança efetiva na economia do Brasil, que as coisas começam a melhorar, que ano que vem teremos crescimento. Nós falávamos isso com o governo da presidenta Dilma, até porque o Brasil tem bases sólidas na questão econômica", recorda.

"Lula e Dilma foram responsáveis na gestão da economia brasileira. Ocorre que a propaganda contra o governo da Dilma foi tão forte contra o governo do PT, de que tínhamos destruído a economia, de que nós tínhamos a maior crise dos últimos tempos, que as pessoas acreditaram. Agora eles estão tentando fazer diferente, que nós não temos crise, que as coisas estão melhorando e que a população aceita o Temer", compara.

O motivo para tudo isso, conclui a senadora, é o fato de o Ministério Público ter confirmado que a presidente eleita não cometeu crimes e por isso "não há motivo para tirá-la". "Querem criar um clima agora de que a saída da presidenta é melhor para o Brasil. Fiquem atentos. De novo, nós temos a mão da mídia nesse golpe".


Brasil 247

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]