São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - domingo 17 de dezembro de 2017 - Ano: X - Edição: 3.348 - Visualizações: 19.638.129 - Postagens: 32.192

Marina Ruy Barbosa não quis tapa sexo em minissérie. “Só me preocupei em interpretar”

30/07/2016 - Marina Ruy Barbosa é a patricinha Isabela e vai ser assassinada pelo noivo [Jesuíta Barbosa] em “Justiça”, minissérie da Globo que estreia em 22 de agosto. Antes disso, vai ter cena de sexo e de nudez. “Comecei com 9 anos, estou com 21, é normal que as cenas se tornem mais maduras. A direção faz toda a diferença. É uma equipe séria, a gente fez um balé na hora de gravar. Eles sabiam o que estavam fazendo e nada era sensacionalista”. Perguntamos se a atriz pediu dublê. “Não”. E tapa sexo, pediu? “Não. Não fiz nenhum pedido. Só me preocupei em interpretar, nada além”.

Vicente, o personagem de Jesuíta, vai pedir perdão para Elisa, papel de Debora Bloch, que interpreta a mãe de Isabela. Dá para perdoar um crime passional? “Ele mata a noiva. Algo definitivo, um crime motivado pelo ciúme. Pode até se arrepender, acredito no arrependimento,  mas isso também não vai mudar o que aconteceu”.

E Xandy Negrão, seu – agora – noivo, não fica com ciúmes dessas cenas mais quentes? “Sempre fui atriz. Construí aos poucos minha carreira e esse trabalho é uma realização pra mim. Sou viciada em trabalho e tenho sede de novos desafios… Então ele fica feliz por mim”.

Por falar no noivado… “O pedido foi uma surpresa. Levei um susto. Mas as coisas acontecem no tempo que têm que acontecer. Ainda não sei como nem quando será o casamento. É natural a curiosidade das pessoas sobre a minha vida. Faço novela, então fico exposta, mas gosto desse carinho. Não tenho motivo para esconder essas coisas. É um momento especial, estou muito feliz”.

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]