São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - quarta-feira 23 de agosto de 2017 - Ano: IX - Edição: 3.226 - Visualizações: 17.977.957 - Postagens: 31.406

Homem é preso suspeito de cárcere privado e estupro em Paracuru


Crime ocorreu em Paracuru no último sábado. Suspeito teria falado para vítima que matou uma mulher no local há 30 dias


31/08/2016 - Um homem foi preso na última segunda-feira (30), na cidade de Paracuru, município vizinho a São Gonçalo do Amarante, após manter uma mulher presa, por cerca de 18 horas, dentro de uma casa onde ele trabalhava como caseiro, segundo a Polícia. A vítima, que conseguiu fugir, afirmou que foi estuprada pelo suspeito. Homem confessou que teve relações sexuais com a mulher, porém, negou que a teria forçado.

Conforme a Delegacia Municipal de Paracuru, em depoimento a vítima comunicou que, durante o cárcere, o homem revelou que teria matado uma outra mulher, há 30 dias, na mesma casa. Com as informações, os policiais iniciaram desde segunda-feira uma busca, junto com o Corpo de Bombeiros, pelo cadáver de uma mulher, que foi registrada pela família como desaparecida na região, no mesmo período citado pelo homem.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), durante depoimento o suspeito disse que conheceu a vítima do cárcere privado na tarde de sábado (27), em frente à casa onde ele prestava serviço como caseiro. Em depoimento, ele afirmou que convidou a jovem para comer frutas no quintal da residência e no local, teria tomado o celular e amarrado a vítima. O suspeito confessou ter tido quatro relações sexuais com a mulher, mas nega que a tenha estuprado.

Fuga do cativeiro

Aos policiais, a mulher relatou que o suspeito a ameaçou de morte se o caso fosse denunciado. Após o suspeito dormir, porém, a vítima conseguiu fugir e denunciou o crime à Polícia.

Prisão do suspeito

Ainda segundo a SSPDS, no domingo (28), os policiais foram até a casa e encontram peças íntimas de outras mulheres. Enquanto isso, a perseguição ao homem ocorria pela cidade e municípios vizinhos.

O homem, localizado com o celular da vítima, em Trairi, foi conduzido para a Delegacia Municipal de Paraipaba, devido à comoção dos populares. O suspeito foi levado para uma das Casas de Privação do Estado. Inicialmente, caso não seja confirmado outro crime, ele responderá por cárcere privado e estupro.

Família de mulher desaparecida

Conforme a Delegacia de Paracuru, ao saber a prisão do homem, a família de uma mulher desaparecida há um mês, compareceu ao local para cobrar que a investigação avance. Porém, apesar das buscas, nenhum corpo foi confirmado.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]