São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - sexta-feira 18 de agosto de 2017 - Ano: IX - Edição: 3.221 - Visualizações: 17.954.957 - Postagens: 31.406

Para ajudar o golpe de Temer, Sérgio Moro só homologará em novembro delação de Odebrecht



14/08/2016 - Alguém ainda tem dúvida de que a Lava Jato tem parte com o tinhoso, isto é, com o golpe de Michel Temer (PMDB)? Pois, então, fique sabendo que a delação da Odebrecht foi adiada para novembro.

A força-tarefa de Sérgio Moro ajuda no golpe de tinhoso (by Ciro Gomes) cada vez que joga a explosiva delação para depois da votação do impeachment no Senado.

Dilma Rousseff vai ao juízo final no dia 25 de agosto, portanto, antes da bomba que poderia detonar a pretensão do tinhoso permanecer no cargo. Pelo sim pelo, os senadores votarão o “Fora Temer” daqui a 10 dias.

Todos sabem o interino tinhoso será a próxima bola da vez, conforme delações já vazadas, mas a coordenação da Lava Jato mostra-se cada vez mais envolvida emocionalmente com o golpe e a luta pelo afastamento da Presidente da República.

Segundo vazamentos de trechos da delação a procuradores, Temer abiscoitou R$ 11 milhões em propina da Odebrecht e seu ministro interino das Relações Exteriores, José Serra, outros R$ 23 milhões.

A informação de que a megadelação da Odebrecht ficará para novembro é do jornalista Lauro Jardim, em sua coluna deste domingo (14) n’O Globo, jornal que atua como porta-voz do golpe de Estado.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]