São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - terça-feira 17 de outubro de 2017 - Ano: X - Edição: 3.287 - Visualizações: 18.935.765 - Postagens: 32.192

Requião pede a Lewandowski que proíba voto no impeachment de 35 senadores da lista da Odebrecht; assista


10/08/2016 - O senador Roberto Requião (PMDB-PR) defendeu na noite desta terça (9), em discurso, que os 35 senadores na lista do caixa dois do Grupo Odebrecht sejam impedidos de votar no impeachment de Dilma Rousseff. Segundo ele, somente 47 estariam habilitados a julgar a presidente da República.

“Que 35 senadores da lista de Odebrecht renuncie o direito de votar ou a conversa deRomero Jucá (PMDB-RR) soa como verdadeira: deter a Lava Jato”, disse Requião, dirigindo-se a Ricardo Lewandowski, presidente do STF, que comanda a sessão.

Requião lembrou também que o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), quando era governador, pedalou juntamente com outros 16 governadores do país.

O senador disse que defende a volta da presidente porque ela não cometeu crime, mas quer também que Dilma convoque um plebiscito, para que os brasileiros decidam se aprovam ou não antecipar as eleições. “Voto pelo Brasil e voto com minha biografia. Não me interessa quanto isso custa”, afirmou.



1 comentários:

Anônimo disse...

Concordo com o Senador Roberto Requião ,só assim teremos um país democratico.

[ Deixe-nos seu Comentário ]