São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - segunda-feira 21 de agosto de 2017 - Ano: IX - Edição: 3.224 - Visualizações: 17.954.957 - Postagens: 31.406

Aos idiotas do anticubanismo, China e Japão querem conquistar Cuba antes dos EUA



POR FERNANDO BRITO · 24/09/2016

Os nossos “coxinhas” imbecis – se me perdoam o pleonasmo – que “denunciaram” o governo Lula por ter financiado parte das obras do porto de Mariel, em Cuba, deveriam ler a reportágem da Folha, hoje,  reproduzindo a agência alemã Deutsche Welle:

Chefes de governo chinês e japonês visitam Havana para tratar de economia e comércio. Eles querem conquistar posição na ilha, antes que o bloqueio americano seja suspenso e empresas dos EUA se instalem no mercado cubano. Cuba está em alta. Depois da presença do presidente iraniano, Hassan Rohani, no início desta semana em Havana, será a vez dos primeiros-ministros do Japão e da China visitarem a ilha caribenha —sinal de um interesse crescente das grandes potências asiáticas por Cuba.Nesta quinta-feira (22), Shinzo Abe inicia a primeira visita de um chefe de governo japonês a Cuba, abrindo um novo capítulo nas relações bilaterais, existentes desde 1929. Em maio do ano passado, o ministro do Exterior do Japão, Fumio Kishida, já havia visitado a ilha, pouco depois que EUA e Cuba deram início à política de aproximação.

E não é apenas pelo mercado cubano, é porque Mariel será uma plataforma de montagem e reexportação de produtos para os EUA, distantes apenas 150 km.

O Brasil estava numa posição vantajosíssima para abocanhar estes negócios.

Estava.

Porque acabaram criando um mal-estar estúpido e nem querendo – e Serra não quer – vamos acabar com uma presença ridícula naquele pólo de negócios.


Vamos, literalmente, fazer papel de patos.Quem tem os olhos fechadinhos é a turma da Avenida Paulista.

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]