São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - sábado 21 de outubro de 2017 - Ano: X - Edição: 3.291 - Visualizações: 18.935.765 - Postagens: 32.192

Geddel Vieira Lima, o boca de jacaré pra receber, deve ser o próximo ministro a cair


O empresário Lúcio Funaro, preso na Lava Jato como suposto operador de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e do próprio PMDB, fez uma revelação constrangedora, numa mensagem trocada com Fábio Cleto, ex-vice-presidente da Caixa Econômica Federal; “Ele é boca de jacaré para receber e carneirinho para trabalhar e ainda reclamão”, escreveu Funaro, referindo-se a Geddel Vieira Lima, um dos ministros mais influentes de Michel Temer, que cobrava a liberação de R$ 330 milhões para o grupo J. Malucceli; Funaro ainda chamou Geddel de "porco" e disse que poderia "dar porrada" nele; o ministro, que pode ser o próximo a cair, afirmou não ter qualquer influência na liberação de recursos do FI-FGTS

8 DE SETEMBRO DE 2016

O empresário Lúcio Funaro, preso na Lava Jato como suposto operador de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e do próprio PMDB, fez uma revelação constrangedora, numa mensagem trocada com Fábio Cleto, ex-vice-presidente da Caixa Econômica Federal, segundo aponta reportagem do jornalista Filipe Coutinho (leia aqui).

“Ele é boca de jacaré para receber e carneirinho para trabalhar e ainda reclamão”, escreveu Funaro, referindo-se a Geddel Vieira Lima, um dos ministros mais influentes de Michel Temer, que cobrava a liberação de R$ 330 milhões para o grupo J. Malucceli.

A frase foi incluída num relatório da Polícia Federal sobre o caso. Segundo a PF, Geddel tinha “preocupação exacerbada” sobre um aporte do banco para o grupo J.Malucelli, no valor de R$ 30,6 milhões, o primeiro de um total de R$ 330 milhões.

Funaro ainda chamou Geddel de "porco" e disse que poderia "dar porrada" nele, se as cobranças prosseguissem. Segura essa m... Ele quer f... tudo que não participa. É um porco”, escreveu Funaro a Cleto. No relatório, a PF não esclarece o contexto da conversa sobre as cobranças.

A conversa entre Cleto e Funaro gira em torno de operação financeira da Caixa em favor da empresa J.Malucelli Energia. Trata-se de um investimento do FI-FGTS no valor de R$ 330 milhões. O primeiro depósito aconteceu em 2012, no valor de R$ 30,6 milhões.“Ele está louco atrás dessa operação da Malucelli. Já me cobrou umas 30 vezes”, diz Cleto.

O ministro, que chegou a ser vice-presidente da Caixa por indicação de Michel Temer, pode ser o próximo a cair, depois de Romero Jucá, Fabiano Silveira e Henrique Alves. Na reportagem, ele afirmou não ter qualquer influência na liberação de recursos do FI-FGTS. “Caso típico de utilização do nome. Preocupação zero”, afirmou. O advogado de Lúcio Funaro, Daniel Gerber, disse que as conversas “não representam ilícitos e a defesa provará a inocência nos autos”.


1 comentários:

Manoel Oliveira disse...

ISSO E PODRE E NA BAHIA ELE NÃO SE ELEGE, NEM PARA VERIADOR ESSE E UM OUTRO BANDIDO ESCRAVO QUE MORA NA BAHIA E NUNCA MAIS SE ELEGE A NADA, BANDIDO E CRIMINOSO GROSEIRO E NOJENTO ELE DEVE SER COLOCADO EM UM AVIÃO E SOLTO EM ALTO MAR , COM UMA PEDRA BEM GRANDE, PENDURADO NO PESCOÇO, OU SUJEITO IMUNDO EU JA VI ESSES ESQUELETOS HA UNS 30 ANOS QUANDO VIVIA AI EM MARANGUAPE, MAS EU VOU LA EM CASA EM BREVE PARA MOSTRAR PARA VOCÊS ALGUMAS COISAS CRIMINOSOS, QUE JA OCORRERAM , AI EM NOSSA TERRA, MAS AGORA TEM AI NA UFC, ONDE ME FORMEI, ATE ELEITORES DESSE BANDIDO JAIR BOLSONARO CAPITÃO DO EXERCITO, COMO TEM GENTE RUIM NESSE NOSSO PAIS.

[ Deixe-nos seu Comentário ]