São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - domingo 17 de dezembro de 2017 - Ano: X - Edição: 3.348 - Visualizações: 19.638.129 - Postagens: 32.192

Papa excomunga o Ali Kamel da Globo

Papa Francisco: "Jornalismo não pode virar uma arma de destruição”

"Nunca dizer uma coisa que, em consciência, se sabe que não é verdadeira"


25/09/2016

O papa Francisco reuniiu-se com jornalistas e disse como um bom jornalista tem que fazer seu ofício. Com alguns conselhos, o Pontífice quase criou um pequeno documento de ética para a profissão na reunião com o Conselho Italiano da Ordem dos Jornalistas, que aconteceu na sala Clementina com o presidente do órgão, Enzo Iacopino, e com o responsável pela Secretaria Vaticana de Comunicação, o monsenhor Dario Edoardo Viganò.

Entre as recomendações fundamentais de Mario Bergoglio para quem "faz a informação" estão as de "amar a verdade", "viver com profissionalismo", e "respeitar a dignidade humana". Assim, o jornalismo não será transformado em uma "arma de destruição" de pessoas e de povos e "não alimentará o medo em relação aos imigrantes".

Depois que Viganò e Iacopino fizeram suas primeiras considerações, o Papa revelou como os jornalistas, "quando têm profissionalismo", são "uma coluna importante, um elemento fundamental para a vitalidade de uma sociedade livre e plural" e têm uma "grande responsabilidade".

Sobre o fato de que os jornalistas devem "amar a verdade", Francisco explicou que "a questão é ser honesto consigo mesmo e com os outros". "Essa relação é o 'coração' de toda comunicação.

Isso é mais verdadeiro para quem faz da comunicação o seu próprio ofício e nenhuma relação pode se reger e durar no tempo se está apoiada na desonestidade", disse o religioso.

E com o fluxo ininterrupto de fatos 24 horas por dia, "não é sempre fácil chegar na verdade" e que "na vida nem tudo é branco ou preto e por isso no jornalismo é preciso saber discernir os tons de cinza", disse o Pontífice. "Mas esse é o trabalho difícil e necessário de um jornalista: o de chegar o mais perto possível da verdade dos fatos e nunca dizer ou escrever uma coisa que, em consciência, se sabe que não é verdadeira", afirmou Francisco. Já sobre "viver com profissionalismo", o conceito foi ligado por Bergoglio à "necessidade de não se submeter a interesses escusos, seja econômicos ou políticos". "O trabalho do jornalismo, ousarei dizer a sua vocação, é, através da atenção e do carinho pela pesquisa da verdade, fazer crescer a dimensão social do homem, favorecer a construção de uma verdadeira cidadania", explicou o Papa.

Para Francisco, trabalhar com profissionalismo significa "ter no coração um dos pilares da estrutura de uma sociedade democrática. O religioso também lembrou que "no curso da história, as ditaduras, de qualquer orientação política, sempre procuraram não apenas tomar conta dos meios de comunicação, mas também impor novas regras à profissão dos jornalistas".

E sobre "respeitar a dignidade humana", esse conceito é importante porque se trata "da vidas pessoas" e, se uma delas for difamada, ela pode ser "destruída para sempre", disse Bergoglio. "A crítica é legítima, e direi mais, necessária, como uma denúncia ao mal", no entanto, "o jornalismo não pode se transformar em uma arma de destruição de pessoas e até de povos", explicou o argentino.

Para Francisco, o jornalismo também não "deve alimentar o medo diante às mudanças ou aos fenômenos como as migrações forçadas geradas pela guerra ou pela fome". E por fim, o Papa afirmou que a profissão "é um instrumento de construção, um fator de bem comum, um acelerador de processos de reconciliação".


1 comentários:

Manoel Oliveira disse...

A GLOBO E CONHECIDA NO MUNDO PELA GUERRA , QUE ELA PRATICA CONTRA OS INFIÉIS, OLHE EU ACREDITO QUE A GLOBO E SEU PROPRIETÁRIO SAO DESCENDENTES DE ÁRABES E QUE FUGIRAM DA GUERRA NO LIBANO , EU ACREDITO MUITO QUE ELES FORAM MIGRANTES QUE POR SEREM DE FAMÍLIA DESEQUILIBRADAS POR SEREM PERSEGUIDOS NA GUERRA E FUGIRAM PARA NÃO SEREM MORTOS, ACREDITO QUE ESSES BRUTOS PENSEM E APÕEM , PESSOAS COMO ESSES CRIMINOSOS, QUE ESTÃO AI, ACABANDO COM O NOSSO PAIS . ENTÃO ELES EU PENSO QUE FALAM COM SEUS FUNCIONÁRIOS
COMO BRUTAMONTES, EU VEJO MUITOS DELES MUITO PARECIDO COMO LAMPIÃO E MARIA BONITA, E SE VOCÊS VIREM ESSAS ESCRUPULOSAS DA GLOBO NEWS E UNS OUTROS MONSTROS DO SPORTV, VOCÊS VIRAM COMO ELES DEVEM SER TRATADOS, QUASE COMO FAZIA MEU AVO , COMO UM HOMEM MUITO RAIVUDO, ELE TINHA UM SARGENTO E DOIS SOLDADOS ANDANDO COM ELE, PARECE MUITO COM ESSE BANDO DA GLOBO, MAS ISSO E AQUELE TIPO DE CORONEL QUE TINHA AI NO NORDESTE

ISSO E MUITO TRISTE, POIS A IMPRENSA, E PARA MOSTRAR AO POVO E AO MUNDO VERDADE, E O QUE ESTA ACONTECENDO EXATAMENTE AS GUERRAS E O QUE OCORRE EM PAÍSES PARECIDO COM O NOSSO, VEJAM QUANTAS PESSOAS MORREM NO BRASIL A CADA DIA, COM DIVERSAS TIPOS DE MISÉRIAS, ISSO E VERGONHOSO. MAS VOLTANDO O CASO DA GLOBO, ESSA FAMÍLIA MARINHO E O TURCO DA BAND, ELES AGEM COMO CAPITÃS DO DEMÔNIO, E SAO ESSES OS MOTIVOS, POR QUE ELES SAO ODIADOS NO BRASIL, E NO MUNDO.

[ Deixe-nos seu Comentário ]