São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - quarta-feira 13 de dezembro de 2017 - Ano: X - Edição: 3.344 - Visualizações: 19.638.129 - Postagens: 32.192

Polícia constata que suspeito de matar menina não ingeriu veneno; homem confessou crime


O homem preso pela morte de Rakelly foi identificado como José Leonardo de Vasconcelos Graciano, 24. Ele disse, durante a prisão, que havia ingerido veneno


26/09/2016 - A Polícia Civil do Ceará divulgou, na tarde deste domingo, 25, que o homem preso pela morte de Rakelly Matias Alves, 7, confessou o crime e não ingeriu veneno de rato. José Leonardo de Vasconcelos Graciano, 24, foi levado a uma unidade de saúde depois de passar essa falsa informação à Polícia.

O corpo da menina foi encontrado em uma cacimba, no terreno ao lado da casa onde ela morava com a família. Durante a prisão, o caseiro José Leonardo confessou o crime à Polícia e disse que havia ingerido o veneno.

No entanto, os exames constaram que a ingestão da substância não havia ocorrido. A morte da criança gerou comoção e revolta entre os moradores do distrito de Gereraú, em Itaitinga. A população tentou invadir a casa do suspeito, mas ele não estava mais no local.

O Batalhão de Choque precisou ser acionado, e algumas viaturas policiais foram atingidas por pedras durante a confusão. Horas depois, moradores atearam fogo no sítio.

Morte
As circunstâncias da morte da criança ainda não foram informadas pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). A delegada Socorro Portela, titular da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHHP), está ouvindo depoimentos de familiares de Rakelly e dos proprietários do sítio onde o corpo foi achado, durante toda a tarde deste domingo, 25.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]