São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - quinta-feira 24 de agosto de 2017 - Ano: IX - Edição: 3.227 - Visualizações: 17.977.957 - Postagens: 31.406

Roberto Cláudio mantém liderança; Capitão Wagner se isola na 2ª posição para Prefeitura de Fortaleza


O POVO/DATAFOLHA

A segunda rodada da pesquisa O POVO/Datafolha para a Prefeitura de Fortaleza mostra que o atual prefeito Roberto Cláudio (PDT) cresceu cinco pontos percentuais, passando de 27% para 32% das intenções de voto, e continua liderando a disputa. O deputado estadual Capitão Wagner (PR) cresceu quatro pontos, passando de 20% para 24%.

A ex-prefeita e atual deputada Luizianne Lins (PT) oscilou de 17% para 16%. Como a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, a nova rodada deixa Wagner isolado na segunda posição, afastando a situação de empate técnico com Luizianne registrada na pesquisa anterior, realizada dias 18 e 19 de agosto.

O candidato Heitor Férrer (PSB) passou de 9% para 8% das intenções de voto; Ronaldo Martins (PRB), de 4% para 3%; e João Alfredo (Psol) de 1% para 2%. Gonzaga (PSTU), que não pontuou na última pesquisa, apareceu com 1%. Tin Gomes (PHS) não pontuou. Os eleitores que pretendem votar branco ou nulo passaram de 12% para 8%, e os indecisos de 9% para 8%.

Esta é a primeira pesquisa realizada após o início da propaganda eleitoral de rádio e TV, em 26 de agosto, e a realização dos debates entre candidatos. A pesquisa foi realizada com 816 eleitores, estratificados por sexo e idade, nos dias 8 e 9 de setembro em diversos bairros da Capital. O levantamento está registrado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE) com o número CE-05460/2016.

A principal mudança se deu entre as mulheres. Roberto Cláudio passou de 24% para 30%, enquanto Wagner passou de 18% para 23%. Luizianne, que estava tecnicamente empatada com ambos nesse segmento, oscilou de 20% para 17%.

Quando o quesito é idade, Luizianne cresceu cinco pontos entre os eleitores entre 16 e 24 anos, mas caiu oito entre os com mais de 60 anos. RC deve seu crescimento principalmente aos eleitores mais velhos: 14 pontos no segmento acima de 60 anos e sete entre os eleitores entre 35 e 44 anos. Wagner, por sua vez, cresceu sete pontos entre os eleitores entre 25 e 34 anos.

Mas a maior variação, entre todos os estratos acompanhados pelo Datafolha, se deu entre os eleitores que ganham entre 2 e 5 salários mínimos. Capitão Wagner cresceu 17 pontos nesse segmento, alcançando 27% das intenções de voto. RC cresceu seis, chegando a 33%. O prefeito conseguiu compensar o forte crescimento do adversário avançando sete pontos entre eleitores que ganham até dois salários mínimos, ao passo que Wagner oscilou um ponto nesse segmento. Em todos os estratos, as variações de Luizianne se deram dentro da margem de erro.

Votos consolidados

A pesquisa espontânea, na qual os entrevistadores não apresentam cartões com a relação dos nomes dos candidatos, o índice de indecisos caiu de 52% para 32% dos entrevistados. A espontânea registra os votos mais consolidados. Neste quesito, RC passa de 17% para 26% das intenções de voto, Capitão Wagner de 5% para 15% e Luizianne de 6% para 11%.

Os demais candidatos variam dentro da margem de erro: Heitor passa de 3% para 5%, Ronaldo Martins de 1% para 2% e João Alfredo atinge 1%. Gonzaga e Tin não foram citados.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]