São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - segunda-feira 23 de outubro de 2017 - Ano: X - Edição: 3.293 - Visualizações: 18.935.765 - Postagens: 32.192

Andrade Gutierrez cita Aécio. Não é repeteco... É nova... E o Moro faz ouvido de mercador!


Empreiteiro diz ao TSE que ‘tesoureiro informal’ de Aécio pediu doação

Em depoimento na ação movida pelo PSDB que pede a cassação da chapa Dilma-Temer, eleita em 2014, o ex-presidente da Andrade Gutierrez e delator Otávio Marques de Azevedo confirmou ter se encontrado com o empresário e ex-presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig) no governo Aécio Neves (PSDB) em Minas, Oswaldo Borges da Costa, para tratar de doação eleitoral para a campanha presidencial do tucano naquele ano.

(...) Segundo o jornal Folha de S.Paulo e a revista Veja, Borges da Costa foi citado pelo empreiteiro José Adelmário Pinheiro Filho, Leo Pinheiro, da OAS, em sua delação como intermediário de propinas na construção da Cidade Administrativa, obra mais cara do governo Aécio – que custou R$ 1,2 bilhão. O ex-presidente da Codemig foi apontado como “operador” ou “tesoureiro informal” de Aécio, conforme as reportagens.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]