São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - quarta-feira 23 de agosto de 2017 - Ano: IX - Edição: 3.226 - Visualizações: 17.977.957 - Postagens: 31.406

Povo vai às ruas contra PEC da maldade de Michel Temer




Um grande ato aconteceu na Avenida Paulista, em São Paulo, com estimativa de 20 mil pessoas, e outro na Cinelândia, no Rio de Janeiro, contra a PEC 241, que congelará os gastos públicos por 20 anos, na noite desta segunda-feira 17; no Rio, bombas de gás foram detonadas quando o ato passou na Avenida Chile; segundo a polícia, manifestantes mascarados jogaram fogos no Batalhão de Choque da PM; outro protesto contra a medida polêmica proposta pelo governo Temer lota as ruas de Belo Horizonte

17 DE OUTUBRO DE 2016

Três capitais foram palco de grandes manifestações contra a PEC 241, que congela os gastos públicos por 20 anos, na noite desta segunda-feira 17. A proposta apresentada pelo governo de Michel Temer vem causando polêmica por limitar os investimentos em áreas como educação e saúde.

Na Avenida Paulista, em São Paulo, a estimativa é que cerca de 20 mil pessoas participaram do protesto, que acabou se unindo ao ato do MTST que acontecia no mesmo local, em defesa de moradias e que se concentrou em frente à sede da Presidência da República da capital paulista.

O ato foi convocado pelas redes sociais e organizado pelo coletivo Democracia na Real. Um vídeo divulgado pelo Mídia Ninja mostra a manifestação sendo seguida de perto por centenas de policiais enfileirados, uma "forma de intimidar a população", conforme apontou o veículo.

O protesto na Cinelândia, no Rio de Janeiro, teve bombas de gás lacrimogêneo detonadas quando a multidão passou pela Avenida Chile. Segundo a Polícia Militar, manifestantes mascarados jogaram fogos no Batalhão de Choque da corporação.

Segundo reportagem do Mídia Ninja, o ato "serviu de estreia para Roberto Sá à frente da Secretaria Estadual de Segurança. Logo em seu primeiro dia, a velha polícia mostrou sua força. Reprimiu mesmo manifestantes parados, pacíficos, que tomavam o centro do Rio para protestar contra os cortes nos gastos públicos e contra o governo de Michel Temer".

"Barbárie! Estamos aqui trancados dentro do Amarelinho na Cinelândia depois que a Polícia Militar jogou varias bombas de gás lacrimogêneo e spray de pimenta em quem estava fora e DENTRO do restaurante e depois de uma manifestação pacífica contra a #PEC241 Covardia e terror!", relatou uma manifestante no Facebook.

Outro protesto contra a medida polêmica proposta pelo governo Temer lotou as ruas de Belo Horizonte, em Minas Gerais.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]