São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - sexta-feira 15 de dezembro de 2017 - Ano: X - Edição: 3.346 - Visualizações: 19.638.129 - Postagens: 32.192

Em editorial Globo pede a cabeça de Geddel Vieira Lima. Temer vai obedecer?


Em editorial, Globo diz que Michel Temer "repete o lulopetismo" e "dá seguidas demonstrações de fidelidade a amigos do seu grupo político" ao dizer que o caso de Geddel Vieira Lima, acusado de cometer tráfico de influência, "está superado"; "Nada resolve, desgasta ainda mais o Planalto", diz o texto; "Michel volta a encarar o mesmo dilema da crise de Jucá: manter os compromissos com os amigos peemedebistas ou defender um padrão ético minimamente aceitável no poder. Tem de escolher esta última opção. Aproximam-se momentos-chave para os próximos 10 a 15 anos: as reformas do teto dos gastos, da Previdência e outras", afirma ainda a Globo, que meses atrás também já pediu a cabeça de Eduardo Cunha e dos então ministros Romero Jucá e Fabiano Silveira, da Transparência

24 DE NOVEMBRO DE 2016

O jornal O Globo publicou um editorial na manhã desta quinta-feira 24 em que pede a demissão do ministro Geddel Vieira Lima, da Secretaria de Governo, pelo presidente Michel Temer.

O texto diz que Temer "repete o lulopetismo" e "dá seguidas demonstrações de fidelidade a amigos do seu grupo político" ao dizer que o caso de Geddel, acusado de cometer tráfico de influência, mas mesmo assim mantido no cargo, "está superado".

"Michel volta a encarar o mesmo dilema da crise de Jucá: manter os compromissos com os amigos peemedebistas ou defender um padrão ético minimamente aceitável no poder. Tem de escolher esta última opção. Aproximam-se momentos-chave para os próximos 10 a 15 anos: as reformas do teto dos gastos, da Previdência e outras", afirma o Globo.

"Para defender o governo no Congresso e perante a sociedade, Temer tem de dispensar Geddel. Dizer que "o caso está superado" nada resolve, desgasta ainda mais o Planalto, além de repetir o lulopetismo", cobra o jornal dos Marinho.

Mesmes atrás, a mesma Globo pediu a cabeça de Eduardo Cunha, quando não foi atendida, e dos então ministros Romero Jucá e Fabiano Silveira, da Transparência, dos quais viu a demissão. Será que desta vez, com Geddel, Temer vai obedecer?


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]