São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - quarta-feira 13 de dezembro de 2017 - Ano: X - Edição: 3.344 - Visualizações: 19.638.129 - Postagens: 32.192

Farra da FAB: ministros de Temer voaram 238 vezes sem justificar, para isso tem dinheiro



Em cinco meses do governo de Michel Temer, os ministros escolhidos por ele usaram os aviões da FAB 781 vezes, sendo que em 238 delas não houve justificativa adequada nas agendas oficiais para as viagens, que tiveram como destino ou origem suas cidades de residência; Alexandre de Moraes, da Justiça, foi o campeão das voltinhas sem explicação oficial; o tucano José Serra vem Logo em seguida; o “top 5” tem ainda Gilberto Kassab (Ciência e Comunicações), Henrique Meirelles (Fazenda) e Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo); ao fazer isso, os ministros de Temer desrespeitaram duas normas implementadas no governo de Dilma Rousseff: um decreto de 2015 que restringe o uso de aeronaves pelos ministros e os proibiu de viajar pela FAB para seus domicílios, e ainda uma lei anterior, de 2013, que determina que os ministérios deverão divulgar diariamente, em seus sites, a agenda oficial dos titulares

7 DE NOVEMBRO DE 2016

Em cinco meses do governo de Michel Temer, os ministros escolhidos por ele usaram os aviões da FAB (Força Aérea Brasileira) 781 vezes, sendo que em 238 delas não houve justificativa adequada nas agendas oficiais para as viagens, que tiveram como destino ou origem suas cidades de residência. Alexandre de Moraes, da Justiça, foi o campeão das voltinhas sem explicação oficial, o tucano José Serra vem Logo em seguida; “top 5” tem ainda Gilberto Kassab (Ciência e Comunicações), Henrique Meirelles (Fazenda) e Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo). As informações são de O Estado de S.Paulo.

Ao fazer isso, os ministros desrespeitaram duas normas implementadas no governo de Dilma Rousseff: um decreto de 2015 que restringe o uso de aeronaves pelos ministros e os proibiu de viajar pela FAB para seus domicílios, e ainda uma lei anterior, de 2013, que determina que os ministros deverão divulgar diariamente, na página eletrônica do ministério, suas agendas oficiais.

A maioria dos ministros afirmou que não podia revelar os motivos das viagens por razões de segurança-

Dos 24 ministros de Temer, só três não deram margem para questionamento de sua conduta no uso da FAB: Torquato Jardim (Transparência), Ronaldo Nogueira (Trabalho) e Sérgio Etchegoyen (Segurança Institucional).


1 comentários:

Anônimo disse...

muito bonito farra com nosso dinheiro ne bonitoes

[ Deixe-nos seu Comentário ]