São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - quinta-feira 14 de dezembro de 2017 - Ano: X - Edição: 3.345 - Visualizações: 19.638.129 - Postagens: 32.192

Globo rifa Michel Temer e já prepara a sua queda


Manchete da versão online do jornal O Globo neste domingo informa que Michel Temer soube antes da demissão de Marcelo Calero que Geddel Vieira Lima tinha um apartamento no La Vue e, portanto, defendia interesses privados, e não públicos; "Mesmo sabendo que Geddel estava atuando em defesa de interesses particulares, Temer insistiu para que Calero deixasse a decisão sobre as obras do La Vue para a AGU", diz a reportagem de Jailton de Carvalho; em entrevista coletiva neste domingo, Temer voltou a dizer que pediu a Calero que procurasse a AGU, porque o órgão teria o papel de dirimir divergências entre órgãos públicos; no entanto, Geddel não é um órgão público e seu apartamento de R$ 2,4 milhões numa torre embargada pelo Iphan não representa um interesse público; como Temer soube do interesse particular de Geddel e pressionou Calero a atendê-lo, estão dadas as condições para seu afastamento – e, agora, com aval da Globo

27 DE NOVEMBRO DE 2016

O jornal O Globo, da família Marinho, se cansou de Michel Temer e já prepara as condições para seu afastamento.

Na tarde deste domingo, a manchete da versão online do jornal informa que Temer soube antes da demissão de Marcelo Calero que Geddel Vieira Lima tinha um apartamento no La Vue e, portanto, defendia interesses privados, e não públicos.

"Mesmo sabendo que Geddel estava atuando em defesa de interesses particulares, Temer insistiu para que Calero deixasse a decisão sobre as obras do La Vue para a AGU", diz a reportagem de Jailton de Carvalho (leia aqui).

Em entrevista coletiva neste domingo, Temer voltou a dizer que pediu que pediu a Calero que procurasse a Advocacia Geral da União, porque o órgão teria o papel de dirimir divergências entre órgãos públicos, repetindo a tese de que agiu para "arbitrar conflitos".

No entanto, é preciso dizer a Temer que Geddel não é um órgão público e que seu apartamento de R$ 2,4 milhões numa torre embargada pelo Iphan não representa um interesse público.

Como Temer soube do interesse particular de Geddel e pressionou Calero, estão dadas as condições para seu afastamento pelo crime de advocacia administrativa (usar cargo público para defender ganhos privados) – e, agora, aparentemente com aval da Globo.


Brasil 247

1 comentários:

Manoel Oliveira disse...

E O PRETENDENTE DELA GLOBO E O LADRÃO DA MERENDA ESCOLAR E DA ESTRADA DE SAO PAULO A SANTOS FORA AS MILHARES DE COISAS ESCONDIDAS POR ELE GERALDO LADRÃO ALCKMIN DE SAO PAULO GERALDO ALCKMIN, JUNTAMENTE CO ESSE CRIMINOSO E RACISTA E NAO GOSTA DE POBRE PRETO E NORDESTINO JOSE SERRA.

[ Deixe-nos seu Comentário ]