São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - quinta-feira 17 de agosto de 2017 - Ano: IX - Edição: 3.220 - Visualizações: 17.954.957 - Postagens: 31.406

Universitária cearense é presa com haxixe no Aeroporto Internacional do Recife




A estudante de Nutrição receberia R$ 10 mil para levar a droga da Europa para o Rio de Janeiro


15/11/2016

A universitária cearense Ana Larissa Tomé Soares, de 18 anos, foi presa em flagrante no Aeroporto Internacional do Recife portando 47 cápsulas de haxixe, entorpecente que pode ser fumado ou ingerido. Trata-se uma resina extraída da maconha, com alta concentração de THC, princípio ativo da erva, responsável pelo efeito alucinógeno.

De acordo com a Polícia Federal, ela trouxe a droga da Europa para o Brasil. Estudante de Nutrição, Ana Larissa receberia R$ 10 mil para trazer a droga. A cearense embarcou em Fortaleza no dia 14 de outubro com destino ao Rio de Janeiro, lugar onde recebeu as orientações para realizar o crime e, em seguida, viajou para a Espanha.

Ao chegar em Barcelona, embarcou para Portugal já com a droga na mochila. Em seguida, viajou para o Recife, onde passaria a noite e depois seguiria de volta para o Rio de Janeiro, mas foi presa em flagrante pela Polícia Federal. Ana Larissa transportava 5,9 kg da droga.

O comportamento estranho de Ana Larissa durante o desembarque chamou atenção com a Polícia Federal. Sozinha, a moça não parava de observar o trabalho de fiscalização dos agentes da PF e Receita Federal. Nesse momento, a estudante teve a mochila revistada e confessou o crime.

Ana Larissa Tomé Soares foi autuada por tráfico internacional de drogas e, se for condenada, pode pegar até 20 anos de prisão. Depois de realizar exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML), a estudante foi levada para a Colônia Penal Feminina, após uma audiência de custódia.






0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]