São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - domingo 17 de dezembro de 2017 - Ano: X - Edição: 3.348 - Visualizações: 19.638.129 - Postagens: 32.192

Jornal Nacional repete as ilações e denúncias mentirosas da Lava Jato


Reportagem exibida na edição de quinta-feira, o telejornal da Globo usou a correspondente em Nova York, Sandra Coutinho, para mostrar matéria sobre esquema que teria beneficiado a Braskem e que está sendo investigado pela Justiça norte-americana; em nota, o ex-presidente Lula rebate o Jornal Nacional: "A reportagem levada ao ar hoje em telejornal da TV Globo repete as mesmas ilações e falsas denúncias que vêm sendo feitas contra Lula ao longo dos últimos dois anos, agora a partir de textos escritos em idioma inglês. Mas uma mentira será sempre uma mentira, seja em português ou em inglês"

23 de Dezembro de 2016

O ex-presidente Lula volta a contestar o Jornal Nacional. Em reportagem exibida na edição de quinta-feira, o telejornal da Globo usou a correspondente em Nova York, Sandra Coutinho, para mostrar matéria sobre esquema beneficiou a Braskem e que está sendo investigado pela Justiça norte-americana.

A reportagem mostra que integrantes dos governo de Lula e Dilma Rousseff são identificados no processo com números: "funcionário 1", "funcionário 2". Em nota, o ex-presidente Lula diz que o JN repete as mesmas ilações feitas nos últimos dois anos, "agora a partir de textos em inglês".

Leia a abaixo a nota na íntegra:

"A reportagem levada ao ar hoje em telejornal da TV Globo repete as mesmas ilações e falsas denúncias que vêm sendo feitas contra Lula ao longo dos últimos dois anos, agora a partir de textos escritos em idioma inglês. Mas uma mentira será sempre uma mentira, seja em português ou em inglês. É o que está sendo demonstrado nas audiências do juiz Sergio Moro, que já ouviu as 27 testemunhas de acusação elencadas pelos procuradores da Lava Jato, sem que nenhuma delas confirmasse as falsas denúncias da Força Tarefa contra Lula.
 A Lava Jato não conseguiu sustentar seu claro objetivo político e agora apela a uma estranha parceria com procuradores de um país estrangeiro, na tentativa desesperada de obter alguma credibilidade. Mas voltará a fracassar, já que nem no Brasil nem em qualquer país do mundo existem provas, testemunhos ou sequer indícios de envolvimento do ex-presidente Lula em desvio de dinheiro, pois ele sempre agiu dentro da lei".


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]