São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - quinta-feira 17 de agosto de 2017 - Ano: IX - Edição: 3.220 - Visualizações: 17.954.957 - Postagens: 31.406

Documentário revela como a Lava Jato de Sérgio Moro acabou com a economia do Brasil


Documentário mostra como a Lava Jato destruiu a boa parte da economia do Brasil em poucos meses. Afinal, quem ganha com a quebra da indústria nacional?


14/01/2017 - Em 2014 o Brasil viveu o melhor momento de sua economia chamado de pleno emprego, reflexo mensurado pelo crescimento de postos de trabalho. Então, como o país chegou a atual situação de crise econômica? O documentário Destruição a Jato procura entender os efeitos da operação tocada pela Polícia Federal e explica como a Lava Jato trouxe uma série de consequências para o cenário econômico.

O filme mostra a repercussão na opinião pública, da operação que prendeu políticos e empresários acusados de corrupção em desvios de dinheiro, envolvendo a empresa Petrobras. Apesar de popular, ela foi contestada por juristas e uma pequena parcela da população, além de receber pedidos de explicação da Organização das Nações Unidas (ONU) ao Brasil sobre os procedimentos adotados quando as ações envolveram o ex-presidente Lula.

O vídeo tem duas partes: uma de análise econômica da ação, no primeiro vídeo de 22 minutos e 48 segundos; e outra sobre as acusações de violações de direitos e partidarização.

A partir de fatos noticiados na impressa, são feitos alguns questionamentos sobre o quanto a investigação foi ou não positiva para o país, explicando o que pode estar por trás dessa operação policial. Como exemplo, o documentário cita a expansão de empresas chinesas no país, após o declínio de companhias nacionais que entraram em crise econômica por não conseguirem empréstimos, ao terem seus nomes relacionados ao escândalo de corrupção.

Mas como punir empresas que cometeram tais crimes? O documentário responde a pergunta e exemplifica ao longo do filme. Há ainda falas como a do procurador da república e ex-ministro da justiça Eugênio Aragão. Ele afirma, que “a Lava Jato vai ter um saldo extremamente negativo na nossa economia, e esse é um saldo que nós teremos que pagar por algumas décadas”.

Ex-funcionários do estaleiro Enseada do Paraguaçu, que fica localizado em Maragogipe, no Recôncavo baiano também aparecem no documentário e revelam como a operação incidiu na crise econômica, repercutindo como um efeito dominó na cidade.


Veja o documentário:

2 comentários:

Manoel Oliveira disse...

TODOS ESSES ABUTRES , SABEM DE TUDO, MAS ISSO FOI COISA DO EDUARDO CUNHA E DO MICHEL TEMER , E DO GERALDO ALCKMIN, ESSES CRIMINOSOS E REPRESENTANTES DA EXTREMA DIREITA RADICAL, VINDO DA EUROPA E ESPECIALMENTE DA FRANÇA, COMO REPRESENTANTES NO BRASIL, SABEM BEM QUE , QUANDO O AÉCIO PERDEU AS ELEIÇÕES ELA NÃO CONSEGUIU GOVERNAR OS PRÍNCIPES DO CRIME ORGANIZADO , GERALDO ALCKMIN E MICHEL TEMER , OS PRINCIPAIS CHEFES DENTRE OS PARTIDOS PMDB, PSDB , DEM PPS E PSC, PRB E PR, SE UNIRAM O FORMARAM, A MAIOR REDE DO BANDIDISMO NA AMERICA LATINA, E AI ESTAR HA MISÉRIA CRIADA NO BRASIL POR ESTES PARTIDOS APOIADAS PELA GLOBO, GLOBO NEWS E BAND E BAND NEWS , RECORD E SBT, ISSO VEEM ACABANDO COM O BRASIL DESDE O IMPÉRIO.

Marlon Silva disse...

Quem acabou com o país não foi a lava jato. Foi o PT.

[ Deixe-nos seu Comentário ]