São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - quinta-feira 19 de outubro de 2017 - Ano: X - Edição: 3.289 - Visualizações: 18.935.765 - Postagens: 32.192

DOM ORVANDIL | Teori Zavascki, morto pela conspiração e pela sabotagem


Editor do blog Cartas e Reflexões Proféticas, presidente da Ibrapaz, bispo da Diocese Brasil Central da Igreja Anglicana e professor universitário

21 de Janeiro de 2017

Prezada Dentista Liliane Corrêia, Curitiba, PR

Sua atividade na minha lista de amizade, não somente como dentista e estudante de direito, mas como mulher do nosso tempo, plenamente engajada na consciência social e nacional contra as borrascas que tentam sujar nossa democracia, é-me honroso e inspirador.

Clicando aqui a amiga encontra e assiste o vídeo no qual me pronuncio sobre a morte do ministro Teori Zavascki.

Essa lamentável morte aconteceu não somente entre as nuvens e pesada chuva de Paraty, mas entre pesadas nuvens conspiradoras e sabotadoras.

Zavaschi morre marcado por mistérios. Um é a da sua amizade com o proprietário do avião que o afundou no mar. O empresário Carlos Alberto Filgueiras era dono do Hotel Emiliano onde muitos "propineiros" delatados também o listaram como parte da máfia que enriqueceu com o dinheiro público. Como Teori era amigo dele e voou em seu avião?

Outro mistério foi o que motivou o ministro morto a deixar Eduardo Cunha na Presidência da Câmara até que aquele marginal cumprisse a agenda suja do golpe de Estado que afunda nosso País no caos e na antessala da guerra civil, fato que impressiona também o jornalista Paulo Nogueira do site Diário do Centro do Mundo, Por que Teori se omitiu ao golpe ao lado do STF? Será que alguém que com ele conviveu explicará esse pecado mortal imperdoável?

No vídeo eu disse que a sabotagem no avião não é puro devaneio de uma teoria conspiratória. As coincidências que apoiam essa hipótese são impressionantes.

Os familiares dele com quem conviveu longos anos também aventam essa possibilidade e, certamente, já são ameaçados a se calarem.

A opinião pública brasileira auscultada numa pesquisa assume poderoso ar de suspeita ao nível de 83% de que Teori morreu sob um atentado, segundo o Instituto Paraná Pesquisas, embora esse palpite popular não tenha base científica.

Nesta sexta feira enorme repercussão entre setores informados, tanto na área técnica de navegação aérea quanto nas jurídica e política, corroborara a suspeita de sabotagem e conspiração.

O pano de fundo conjuntural é de pesadas nuvens de sabotagem e conspiração políticas e econômicas.

Grande parte do desgoverno golpista, a começar pelo traidor mor Michel Temer, é delatada na suspeita lava jato de Sérgio Moro, principalmente os seus amigos e amistosos de Aécio Neves e da turma do PMDB.

O País vive clima de permanente estilo "chuvas e tempestades de Paraty" desde 2015 e até antes com a preparação do golpe e sua execução em todos os campos durante o ano que acabou de findar.

O ambiente é de sabotagem e de conspiração desde que o golpista Temer traiu sua missão de vice-presidente para cair de facadas nas costas da democracia com o objetivo de salvar-se e a seus pupilos da "sangria da lava jato", conforme dizer do outro golpista e corrupto, Romero Jucá.

Ora, o misterioso ministro do Supremo muito bem poderia ser alvo desse clima de sabotadores e conspiração.

Por mais que sintamos a morte de um homem como Zavascki, tremamos temerosos do que acontecerá ao País de agora em diante, sabemos que a extinção de um indivíduo é menos importante do que sabotagem e a conspiração geral que vimos sofrendo desde que os canalhas do Congresso Nacional e do judiciário se fizeram cegos e surdos à verdade e à justiça.

Os sabotadores conspiraram contra os votos democráticos e afrontaram mortalmente a democracia.

Conspiram contra os direitos sociais históricos dos trabalhadores.

Conspiram contra a economia ao optarem pela elite entreguista e sua ganância de lucros contra a distribuição de renda e a inclusão.

Conspiram contra a soberania nacional ao traírem políticas internacionais de um mundo polar para se submeterem ao abutre do Norte e suas garras insaciáveis. Ao deus capitalista internacional entregam nossas riquezas e nossa soberania, tão sangrenta e sagradamente conquistada.

Com isso, produzem pobreza e retomam a miséria já bem atenuada em nosso País.

Graças ao clima de Paraty nos campos político e econômico vemos o desespero, as doenças e até os suicídios aumentarem nas famílias e na sociedade.

Teori Zavascki morre numa conjuntura de sabotagem e de conspiração nacional na qual ele se omitiu como se omitem seus colegas do STF e a maioria do Parlamento Federal.

A nós, povo brasileiro, resta-nos nos desgongestionarmos desse clima mortal de sabotagem e de conspiração contra nossa unidade nacional e democrática modelo Paraty e nos levantarmos contra a gangue que tomou nosso destino e o misturou ao seu lixo.

Jamais agiremos como as facções dos presídios, mas nos uniremos contra a facção de delatados e sediciosos marginais da justiça social e do bem de nosso povo. Eles se matam uns aos outros na disputa mesquinha pelo poder, mas matam muito mais a nós.


Lamento a morte prematura de Teori Zavascki, mas lamento muito mais as mortes em nosso povo, sabotado e conspirado pelos mesmos que mataram o ministro do STF.

1 comentários:

Manoel Oliveira disse...

MATARAM ELE MAS A ALMA E O ESPIRITO DELE VAI MATAR MUITA GENTE,SERA QUE O CAMILO SANTANA NÃO VAI CONTRATAR A EMPRESA DA ITÁLIA, PARA FAZER A DESSALINIZAÇÃO E PARAR COM ESSA DESORDEM DE CALAMIDADE PUBLICA QUE E A FALTA DE ÁGUA AI, NO CEARA, JA SAO MUITAS ERA UMA DA ESPANHA , E UMA DOS EMIRADOS ÁRABES , AGORA SE ESTÃO FALANDO EM UMA DA ITÁLIA. DEUS AJUDE QUE ISSO OCORRA, PAIS HA MEIO SECULO , QUE SE FALA DISSO, POIS OS NOSSOS POLITICOS , GOSTAM DE ROUBAREM UM POUCO AS CUSTAS DOS POBRES SERTANEJOS. E UMA FORMA DOS POLITICOS CEARENSES ROUBAREM UM POUCO. DEEM UMA MÃOZINHA LEMBRANDO AO CAMILO SANTANA ISSO.

[ Deixe-nos seu Comentário ]