São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - quarta-feira 18 de outubro de 2017 - Ano: X - Edição: 3.288 - Visualizações: 18.935.765 - Postagens: 32.192

Herdeiro da afiliada da Globo na Paraíba, o estudante Rodolpho Gonçalves Carlos da Silva atropela, foge, é preso – e é solto


Herdeiro da afiliada da rede Globo na Paraíba, o estudante Rodolpho Gonçalves Carlos da Silva teve prisão temporária decretada e, em seguida, cassada por um desembargador em João Pessoa (PB); ele atropelou um agente de trânsito na capital paraibana e fugiu do local; Silva é neto de José Carlos da Silva, ex-vice-governador da Paraíba; sua família também controla o Grupo São Braz, um dos maiores produtores de café torrado do país


23 DE JANEIRO DE 2017

Herdeiro da afiliada da rede Globo na Paraíba, o estudante Rodolpho Gonçalves Carlos da Silva teve prisão temporária decretada e, em seguida, cassada por um desembargador em João Pessoa (PB). Ele atropelou um agente de trânsito na capital paraibana e fugiu do local. Silva é neto de José Carlos da Silva, ex-vice-governador da Paraíba. Sua família também controla o Grupo São Braz, um dos maiores produtores de café torrado do país.

As informações são do site Poder360, do jornalista Fernando Rodrigues.

"O caso foi na madrugada deste sábado (21.jan). Segundo informações da Polícia Civil, o motorista não obedeceu ordem de parada em uma blitz da Lei Seca. O agente atingido, Diogo Nascimento, coordenava a operação.

A polícia apreendeu o carro, u Porsche branco. A juíza plantonista Andréa Arcoverde Cavalcanti Vaz, do 1º Juizado Especial Misto de Mangabeira, decretou a prisão argumentando que Gonçalves poderia destruir provas.

Antes da prisão ser efetivada, o desembargador Joás de Brito Pereira Filho suspendeu a ordem. Segundo o magistrado, não havia motivo para manter o Gonçalves sob custódia."


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]