São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - sábado 21 de outubro de 2017 - Ano: X - Edição: 3.291 - Visualizações: 18.935.765 - Postagens: 32.192

Previsão do tempo para São Gonçalo do Amarante e todo Ceará – 16/01/2017


Boas notícias em tempo de renovação de esperança nesse desejo por chuva. A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) divulgou neste domingo (15) a previsão de chuva para os próximos dias.

Para segunfa-feira (16), a estimativa é de nebulosidade com chuvas em todo Estado, no decorrer do dia. Para o dia 17, durante a madrugada e a manhã, poderá haver nebulosidade variável com possibilidade de chuvas na faixa litorânea e no centro-sul do Estado. Ao longo do dia, conforme a Funceme, o céu estará parcialmente nublado.

Desde que a o Estado entrou na chamada "pré-estação chuvosa", em dezembro e janeiro, foram registrados alguns episódios de chuvas. A maior precipitação ocorreu em Ipueiras, chegando a 101 mm. As chuvas também foram intensas em cidades como Cascavel (30 mm), Quixeré (28,8 mm) e Ararendá (28 mm). As precipitações, no entanto,  concentraram, principalmente,no litoral.

A Funceme já havia divulgado que as chuvas da pré-estação têm influência de dois sistemas: o  Zona de Convergência Intertropical e os Vórtices Cavados de Altos Níveis. No entanto, as ocorrências  não têm relação com a quadra invernosa. O prognóstico da estação chuvosa será apresentado na coletiva do dia 18 pelo presidente da Funceme, Eduardo Sávio Martins.

Os meteorologistas da Funceme adiantam que há uma forte tendência de neutralidade nas temperaturas do Oceano Pacífico Equatorial (nem El Niño, nem La Niña) durante a quadra chuvosa de 2017. Essa indefinição no Pacífico aumenta a relevância da análise das diferenças de temperaturas entre o norte e o sul do Oceano Atlântico Tropical. Se a parte sul estiver mais aquecida, a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) tende a se posicionar também ao sul da Linha do Equador, atuando de forma mais favorável às chuvas no Ceará.  Essa análise, explicam os meteorologistas, deve ser feita bem próximo ao início do período chuvoso, dando mais confiabilidade à previsão.

Bacia Hidrográfica

Os 153 açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), cuja capacidade total são 18,64 bilhões m³, apresenta volume de 1,21 bilhões m³ (6,48%).

Atualmente, o volume de água das bacias está distribuído: Litoral (25,50%), Alto Jaguaribe (12,68%), Coreaú (25,43%), Metropolitanas (9,96%), Serra da Ibiapaba (13,55%), Médio Jaguaribe (4,61%), Salgado (9,15%), Acaraú (6,84%), Banabuiú (1,69%), Sertões de Crateús (1,31%), Curu (1,43%) e Baixo Jaguaribe (0,00%), de acordo com o último levantamento semanal divulgado pelo órgão.


Funceme

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]