São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - sexta-feira 20 de outubro de 2017 - Ano: X - Edição: 3.290 - Visualizações: 18.935.765 - Postagens: 32.192

Rosangela Moro, a esposa do juiz da Lava Jato, é a nova aposta da moribunda revista Cláudia

6 de fevereiro de 2017 

A edição da revista moribunda Cláudia deste mês surpreendeu ao trazer na capa Rosangela Moro, a “mulher de Sergio Moro”, que “administra o impacto da Lava-Jato em sua vida”. Coincidência ou não, a capa foi divulgada nas redes sociais da revista no mesmo dia em que Marisa Letícia faleceu.

Desde janeiro de 2014, a revista só havia trazido em destaque atrizes globais e internacionais como Angelina Jolie, modelos, como Gisele Bündchen e Luiza Brunet, e apresentadoras da Globo, como, por exemplo, Fátima Bernardes.

Segundo Rosangela, o juiz não sabia que ela iria conversar com a revista. Ela estava em um compromisso em Nova Iorque e ele, no Mato Grosso. Haviam se encontrado em São Paulo, depois ela foi para Brasília, e ele, para a Alemanha.

Algumas perguntas, Rosangclaudia rosangela moroela “passou”. Ou seja, não quis responder. Como a sobre a sua opinião em relação à volta dos militares ao governo, reivindicada em manifestações. Ela revelou que foi “às ruas anônima e de verde e amarelo”. E que “replicou convocações do movimento República de Curitiba”. Também falou da página que administra, “Eu moro com ele”, que tem quase 600 mil seguidores, e onde ela divulga presentes e homenagens que Moro recebe.

Rosangela falou ainda sobre sua carreira como advogada na Federação das Apaes. E sobre o seu novo desafio: defender Moro em ação movida pelo ex-presidente Lula contra ele por abuso de autoridade.

Entre os abusos questionados pela defesa de Lula estão a condução coercitiva do ex-presidente, criticada por diversos juristas, e o vazamento de comunicações telefônicas privadas de seus familiares, sem que tivessem relevância para as investigações. Uma delas era uma conversa de Marisa Letícia e o filho, “vazada” para o Jornal Nacional. Rosangela não comentou a ação, mas diz “confiar no judiciário”.

Na entrevista, Rosangela também revelou que é fã de comédias românticas e comentou sobre os inesquecíveis invernos europeus. Ela levou para as fotos um vestido da estilista Patricia Vieira. Questionada sobre se era um vestido caro, ela disse que teria sido uma gentileza. Sua assessora, corrigiu: foi um empréstimo. Nesta loja, um vestido da marca custa cerca de R$ 6 mil.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]