São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - segunda-feira 23 de outubro de 2017 - Ano: X - Edição: 3.293 - Visualizações: 18.935.765 - Postagens: 32.192

Mais um ministro de Temer foi pro braseiro, de tira-gosto estragado, enquanto se cozinha a lista de Rodrigo Janot


No curto prazo, Serraglio fede mais para Temer que a lista do Rodrigo Janot


POR FERNANDO BRITO · 17/03/2017

Pode ou não ter havido tráfico de influência do hoje ministro da Justiça com o chefe da quadrilha da carne podre.

Pode ou não ser verdade o que disse o delegado Maurício Moscardi (saído da Lava Jato em circunstâncias esquisitas e censor de jornalistas) sobre a “vista grossa” dos fiscais irrigar PMDB (partido de Osmar Serraglio) e PP com dinheiro.

O fato é que, com o clima de que todos são culpados até que (ou mesmo que) provem sua inocência que o processo de linchamento de reputações instalado desde os primeiros tempos da Lava Jato, o estrago está feito.

Com requintes de repugnância que lhe dão proporções imensas.

Afinal, um navio sonda não embrulha estômago, mas carne podre e cabeça de porco nas linguiças já são assunto, agora, até nas gôndolas de supermercado que a Dona Marcela Temer fiscaliza.

Duvido que Serraglio se segure por muito tempo, sobretudo porque, agora, existe uma saída mágica para os praticantes de falcatruas: a delação premiada.

O ministro foi pro braseiro, de tira-gosto estragado, enquanto se cozinha a lista de  Rodrigo Janot.

E virar assunto de botequim.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]