São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - quarta-feira 23 de agosto de 2017 - Ano: IX - Edição: 3.226 - Visualizações: 17.977.957 - Postagens: 31.406

Sucesso da Transposição do São Francisco prova que todos querem ser Lula


Após constatarem o sucesso do projeto de transposição do rio São Francisco, iniciado no governo Lula e que já está levando água a milhares de nordestinos, diversos políticos têm tentado "tirar uma casquinha" do projeto, beneficiando-se da iniciativa petista; Michel Temer vai nesta sexta-feira, 10, aos municípios de Monteiro e Campina Grande, na Paraíba, tentar colher algum dividendo político da obra; recentemente, em sua tentativa de se cacifar para a disputa ao Planalto, o tucano Geraldo Alckmin também visitou o empreendimento; até as eleições de 2018, a briga tende a esquentar; paralisado há oito meses, o trecho norte do projeto poderá ser concluído apenas em pleno ano de campanha presidencial

10 DE MARÇO DE 2017

Apesar de as obras de transposição do rio São Francisco terem sido iniciadas no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, vários outros políticos vêm tentando tirar partido do sucesso do projeto, que levará água a milhões de nordestinos. Até as eleições de 2018, a briga tende a esquentar. Paralisado há oito meses, o trecho norte do projeto poderá ser concluído apenas em pleno ano de campanha presidencial.

As informações são de reportagem de Marina Falcão e Fernando Taquari no Valor.

"Com 217 quilômetros de extensão, o ramal leste da transposição, que beneficia Pernambuco e Paraíba, será oficialmente inaugurado por Michel Temer hoje, em evento nas cidades de Monteiro (PB) e de Campina Grande (PB). Será a terceira visita de Temer às obras em apenas três meses.

Em discursos nos canteiros de obras, Temer não tem citado diretamente os governos do PT, período em que foi iniciado e cumprido a maior parte do projeto. Em duas ocasiões, disse ainda que quer se conhecido como "o maior presidente nordestino" que já existiu.

A situação incomoda os petistas. 'Todo o pessoal do governo, que nunca colocou uma pá de terra na obra, está querendo tirar uma casquinha', disse o senador Humberto Costa (PT-PE) ao Valor.

Diante disso, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva prepara-se para, ainda no mês de março, visitar as obras do projeto uma ou duas vezes. Nas redes sociais, Lula tem chamado para si a paternidade. 'Quem estava no poder estudava, estudava e nada fazia', diz publicação do ex-presidente ontem no Facebook.

Com planos de disputar a Presidência em 2018, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), visitou recentemente as obras da transposição em Pernambuco sob o pretexto de acompanhar o uso de maquinário da Sabesp que o governo do Estado emprestou para acelerar a conclusão do trecho leste. Em dezembro, quando assinou o contrato de cessão das bombas, Alckmin disse que o ato era 'uma oportunidade de retribuirmos aos nordestinos, que tanto que contribuíram para o desenvolvimento de São Paulo'."


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]