São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - sábado 29 de abril de 2017 - Ano: IX - Edição: 3.112 - Visitas: 15.367.611 - Postagens: 30.871

Um governo corrupto e golpista tem o direito de mexer na sua aposentadoria? Todos à rua nesta quarta-feira 15


Essa é a questão colocada diante dos brasileiros nesta quarta-feira 15; Michel Temer, que chegou ao poder graças a um golpe parlamentar apoiado por políticos que pretendiam se salvar e estancar a sangria da Lava Jato, quer agora impor uma reforma que deixará 70% dos brasileiros sem aposentadoria, segundo o Dieese; seu governo está mergulhado em escândalos de corrupção; Eliseu Padilha, por exemplo, que articula o fim das aposentadorias, é acusado de receber R$ 5 milhões em propinas; além disso, os presidentes da Câmara e do Senado, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Eunício Oliveira (PMDB-CE), também serão investigados por esquemas de caixa dois e propinas; eles têm legitimidade e autoridade moral para empobrecer todos os brasileiros?; confira os locais de protestos em todo o Brasil contra o golpe e a reforma da Previdência


15 DE MARÇO DE 2017

Michel Temer entrará para a História como um traidor. Um vice que traiu a presidente eleita Dilma Rousseff e a própria democracia, ao liderar a conspiração de um golpe parlamentar no Brasil. Traiu ainda os eleitores ao, no poder, implantar o programa derrotado nas urnas.

Ontem, seu governo implodiu com a descoberta de que cinco ministros estão na "lista de Janot" (leia aqui), assim como alguns dos mais destacados golpistas que o apoiam, como os senadores Aécio Neves (PSDB-MG) e José Serra (PSDB-SP).

À frente de um governo ilegítimo e corrupto, Temer quer agora mexer na sua aposentadoria, com uma reforma draconiana que deixará milhões de brasileiros sem qualquer tipo de proteção social. 

Nesta quarta-feira 15, estão marcados protestos em várias cidades do Brasil e os brasileiros estarão diante de uma simples questão: um governo golpista e corrupto tem o direito de mexer na sua aposentadoria?

Basta citar o caso de Eliseu Padilha. O ministro que articula o fim das aposentadorias, é acusado de receber R$ 5 milhões em propinas.

Além disso, os presidentes da Câmara e do Senado, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Eunício Oliveira (PMDB-CE), também serão investigados por esquemas de caixa dois e propinas.
Confira os locais de protestos em todo o Brasil contra o golpe e a reforma da Previdência:

ACRE (Rio Branco)
8h – Ato público com concentração no Palácio Rio Branco
Paralisação dos vigilantes, correios, educação, saúde, polícia civil

ALAGOAS (Maceió)
10h – Praça dos Martírios

AMAPÁ (Macapá)
15h - Ato em frente à Companhia de Água e Esgoto do Amapá em protesto contra a privatização das empresas públicas, depois caminhada até o ato unificado, na Praça Veiga Cabral, no centro da capital

BAHIA (Salvador)
7h – Manifestação no Iguatemi
15h – Ato unificado com passeata no Campo Grande

BRASÍLIA
8h – Ato público Catedral – Esplanada dos Ministérios

CEARÁ (Fortaleza)
8h - Passeata no centro da cidade com concentração na Praça da Bandeira

ESPÍRITO SANTO (Vitória)
7h - concentração na Praça de Goiabeiras com caminhada até o Aeroporto

GOIÁS (Goiânia)
9h - concentração na Praça Deodoro com caminhada e ato em frente ao prédio da Previdência, no Parque Bom Menino.

MINAS GERAIS (Belo Horizonte)
10h – Ato na Praça da Estação

PARÁ (Belém)
9h - Ato público na Praça da República
Paralisação dos correios, bancários e acampamento no aeroporto de Belém

PARAÍBA (João Pessoa)
16h – Ato em frente ao escritório do Ministério da Previdência com passeata pelo centro

PARANÁ (Curitiba)
9h – Ato público na Praça Tiradentes 
Paralisação da educação, servidores federais e municipais de Curitiba

PERNAMBUCO (Recife)
9h - Ato político na praça Oswaldo Cruz

PIAUÍ (Teresina)
9h -  Ato público em frente à Assembleia  e audiência pública sobre a reforma da Previdência

RIO DE JANEIRO
16h – Ato unificado na Candelária
RIO GRANDE DO NORTE (Natal)
14h – Ato público na Praça Gentil Ferreira

RIO GRANDE DO SUL (Porto Alegre)
18h – Esquina democrática, em Porto Alegre

RONDÔNIA (Porto Velho)
9h - Ato e passeata com concentração na Praça Estrada de Ferro Madeira Mamoré
Fechamento das principais agências do INSS 

RORAIMA (Boa Vista)
8h - Ato público na Praça do Centro Cívico

SANTA CATARINA (Florianópolis)
16h – Ato público na Praça Miramar

SÃO PAULO
Capital:

16h - GRANDE ATO NA PAULISTA – MASP

Paralisações com caminhada até o ato unificado:
- Paralisação das agências bancárias na Av. Paulista 
- 14h - Assembleia Apeoesp, na Praça da República, com caminhada até o MASP
- 14h - Assembleia Simpeem, em frente à Prefeitura de São Paulo, com caminhada até o MASP
- Paralisação do quarteirão da Saúde, no Metrô Clínicas, com caminhada até o MASP
- Paralisação dos estudantes e professores de direito da Faculdade São Francisco com caminhada até o MASP
- Arrastão dos Blocos sairá da Praça Roosevelt até o MASP

Araraquara
Aula pública na Praça Central 

Matão
5h - Panfletagem Metalúrgicos
10h – Ato em frente ao INSS
19h – Audiência Pública sobre a reforma da Previdência

Piracicaba
9h - Praça José Bonifácio em frente ao Poupa Tempo

Ribeirão Preto 
Ato Público em Frente ao Teatro Pedro II
São José do Rio Preto
17h - ato em frente ao Terminal Rodoviário
SERGIPE (Aracaju)
14h – Praça General Valadão
TOCANTINS (Palmas)
8h – Ato público com concentração na Rotatória do Colégio São Francisco


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]