São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - segunda-feira 24 de abril de 2017 - Ano: IX - Edição: 3.107 - Visitas: 15.367.611 - Postagens: 30.871

Valor Econômico, da Globo, atesta fiasco econômico do golpe


Nem a Globo consegue mais esconder o fiasco econômico do golpe de 2016, que prometia resgatar a confiança, mas produziu a maior recessão já registrada na história do Brasil; manchetes do jornal Valor Econômico, da família Marinho, retratam um cenário de terra arrasada, quase um ano depois da posse de Michel Temer e Henrique Meirelles; as vendas do varejo caem mais do que o previsto, o índice de atividade do Banco Central mostra retração de 0,26% em janeiro, o desemprego é de 13,5 milhões de pessoas no trimestre e o rombo fiscal, decorrente da queda abrupta na atividade, é o maior de todos os tempos; ou seja: todos indicadores demonstram que a elite brasileira deu um tiro no pé ao patrocinar o golpe de 2016


31 DE MARÇO DE 2017

Terra arrasada. É isso o que se lê nas páginas do Valor Econômico, jornal da família Marinho, quase um ano após o golpe de 2016.

"A atividade do comércio abriu o ano em redução mais forte do que o previsto e piorou perspectivas para o desempenho da economia no primeiro trimestre. Divulgada ontem pelo IBGE, a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) mostrou que o volume de vendas no varejo restrito, que não incluem automóveis e material de construção, diminuiu 0,7% de dezembro para janeiro, feitos os ajustes sazonais, depois de ter recuado 1,9% na medição anterior. A variação das vendas restritas na abertura do ano ficou abaixo do piso das estimativas coletadas pelo Valor Data, de queda de 0,5%. A média de 24 economistas e instituições financeiras contava com avanço de 0,4% no período", indica reportagem sobre as vendas do comércio.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]