São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - quinta-feira 25 de maio de 2017 - Ano: IX - Edição: 3.137 - Visitas: 16.658.521 - Postagens: 31.078

Aécio Neves, o Mineirinho recebia mesada de até R$ 2 milhões

 O empresário Marcelo Odebrecht e outro executivo da empreiteira relataram que o senador Aécio Neves, que também é presidente nacional do PSDB, recebeu “vantagens indevidas” em troca de apoio a interesses da empreiteira; segundo o colaborador Henrique Valladares, Aécio, identificado como “Mineirinho”, recebia mesadas que variavam de R$ 1 milhão de reais a R$ 2 milhões; as revelações de Marcelo Odebrecht praticamente sepultam qualquer pretensão política de Aécio em 2018; um dos articuladores do golpe, Aécio hoje uma das maiores vítimas da Lava Jato, tendo seu nome ligado a repasses irregulares de valores milionários


11 DE ABRIL DE 2017

O empresário Marcelo Odebrecht e outro executivo da empreiteira relataram que o senador Aécio Neves, que também é presidente nacional do PSDB, recebeu “vantagens indevidas” em troca de apoio a interesses da empreiteira. A informação é do site da revista Veja.

Segundo o colaborador Henrique Valladares, Aécio, identificado como “Mineirinho”, recebia mesadas que variavam de 1 milhão de reais a 2 milhões de reais.

"O teor de outro inquérito envolvendo o senador tucano revela que, em seus acordos de colaboração, Marcelo Odebrecht e Benedicto Júnior apresentaram provas documentais de que, em 2014, efetuaram o pagamento de “vantagens indevidas” em benefício do senador Aécio Neves e de seus aliados políticos. O relato foi confirmado pelo principal executivo da empreiteira em Minas Gerais", diz o texto.

As revelações de Marcelo Odebrecht praticamente sepultam qualquer pretensão política de Aécio em 2018. Um dos articuladores do golpe, Aécio hoje uma das maiores vítimas da Lava Jato, tendo seu nome ligado a repasses irregulares de valores milionários.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]

INFORMES DA JUSTIÇA ELEITORAL