São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - segunda-feira 24 de abril de 2017 - Ano: IX - Edição: 3.107 - Visitas: 15.367.611 - Postagens: 30.871

Manobra da dupla Temer-Maia implode: Câmara rejeita urgência na reforma trabalhista; veja como votou cada deputado do Ceará

18/04/2017 | por Conceição Lemes
Numa manobra articulada pelo presidente da Câmara dos Deputados, o governo  Michel Temer pretendia aprovar nesta terça-feira (18/04) regime de URGÊNCIA para o projeto de lei da reforma trabalhista — o PL 6787/16 , que acaba com a CLT e joga os direitos trabalhistas na lata do lixo.
Os líderes do PSDB, PMDB, PSB, PSC, PP,DEM,PPS,PTB,PRB,PV,PR e PSD assinaram requerimento pela urgência.
Mas manobra deu chabu. Requerimento de urgência foi derrotado.
Votaram 394 deputados: SIM: 230 Não: 163 Abstenção: 1.
O governo precisava de 257 votos para aprovar a urgência.
Se aprovada a urgência, o debate seria encerrado na Comissão Especial e na próxima semana já iria a Plenário para votação.

VEJA COMO VOTARAM OS DEPUTADOS DO CEARÁ

Vaidon Oliveira
CE | 
Sim
Chico Lopes
CE |
Não
André Figueiredo
CE |
Não
Moses Rodrigues
CE |
Sim
Vitor Valim
CE |
Não
Macedo
CE |
Sim
Paulo Henrique Lustosa
CE |
Sim
Cabo Sabino
CE |
Não
Ronaldo Martins
CE |
Não
Raimundo Gomes de Matos
CE |
Sim
José Airton Cirilo
CE |
Não
José Guimarães
CE |
Não
Luizianne Lins
CE |
Não


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]