São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - sábado 23 de setembro de 2017 - Ano: IX - Edição: 3.256 - Visualizações: 18.447.852 - Postagens: 32.052

Aécio Neves é interrogado na Polícia Federal sobre Furnas


Senador tucano, que tem o nome mais delatado pela Odebrecht, foi interrogado pela Polícia Federal em Brasília por cerca de uma hora na condição de investigado em um inquérito que apura irregularidades em Furnas, estatal do setor elétrico


2 DE MAIO DE 2017

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) foi interrogado por cerca de uma hora na manhã desta terça-feira 2 pela Polícia Federal em Brasília. Ele prestou depoimento na condição de investigado em um inquérito que apura irregularidades em Furnas, estatal do setor elétrico.

"A ênfase que se deu é que toda a suspeita que se lançou sobre ele veio por informações 'por ouvir dizer'. Ele refutou tudo que foi dito", relatou o advogado criminalista Alberto Zacharias Toron, que defende Aécio, ao jornal O Estado de S.Paulo.

Ao todo, Aécio é alvo de sete inquéritos no Supremo Tribunal Federal. No caso de Furnas, ele é acusado de receber dinheiro de propina do ex-diretor da estatal Dimas Toledo, em um esquema de desvio de recursos na estatal do setor elétrico.

O depoimento do senador estava marcado para acontecer na semana passada, mas o ministro do STF Gilmar Mendes o suspendeu e atendeu a um pedido da defesa que queria antes o acesso a depoimentos das testemunhas de acusação contra o tucano.

A PF disse a Gilmar que o interrogatório e os depoimentos das testemunhas fazem parte de uma única diligência policial e, dessa forma, não deveria juntar aos autos do processo os testemunhos colhidos antes de ouvir Aécio.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]