São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - quinta-feira 23 de novembro de 2017 - Ano: X - Edição: 3.324 - Visualizações: 19.422.689 - Postagens: 32.192

ESMAEL MORAIS | Sentença de Moro contra Lula sai em julho, decide Globo

Jornalista e blogueiro paranaense, Esmael Morais é responsável pelo Blog do Esmael, um dos sites políticos mais acessados do seu estado

11 de Maio de 2017

Embora o juiz Sérgio Moro tenha jurado nesta quarta-feira (10) que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não esteja sendo julgado pela mídia, mais especificamente pela Globo, a emissora dos Marinhos decidiu outra coisa pela boca de seus comentaristas políticas: a sentença condenando o petista sairá até julho.


Segundo a Globo, a decisão do juiz Moro é “Segredo de Polichinelo”, isto é, até as capivaras do Parque Barigui — tradicional parque da capital paranaense — sabem que a sentença final será pela condenação de Lula.

Ainda atordoados com a desenvoltura de Lula no interrogatório, os patetas globais lamentavam na noite de ontem que a confirmação da condenação em segunda instância, no caso o TRF-4, em média, dura doze meses. Isto significaria dizer, segundo a bancada da GloboNews, que não daria tempo para deixar o ex-presidente inelegível para as eleições de 2018.

Depois de puxar a orelha do juiz Sérgio Moro, que mandou a PF invadir sua casa e divulgou grampos da falecida esposa Marisa Letícia, sempre pela Globo, o ex-presidente Lula advertiu o inquiridor da Lava Jato:

“Esses mesmos que me atacam hoje, se tiverem sinais de que eu serei absolvido, prepare-se, porque os ataques ao senhor vão ser muito mais forte, porque eles fazem até com ministro da Suprema Corte que não pensa como a imprensa brasileira”, avisou Lula.

Após o depoimento de cinco horas a Moro, já nos braços do povo, Lula confirmou o que o mundo político esperava:

“Eu estou vivo. Eu estou me preparando para voltar a ser candidato a presidente deste país. Eu nunca tive tanta vontade como eu tenho agora. Vontade de fazer mais, de fazer melhor. Era provar mais uma vez que se a elite brasileira não tem competência de consertar esse país, um metalúrgico de 4ª ano primário vai provar que é possível consertar esse país”.

O discurso de Lula para o público formado por 60 mil pessoas na Praça Santos Andrade (UFPR), no centro de Curitiba, corroborou uma premonição do prefeito local Rafael Greca (PMN) que, em telefonema a Moro no fim de semana, havia falado que o magistrado estava armando o palanque para a volta do ex-presidente. Dito e feito.


Brasil 247

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]