São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - terça-feira 25 de julho de 2017 - Ano: IX - Edição: 3.197 - Visualizações: 17.632.987 - Postagens: 31.406

Moro perdeu outra: TRF dispensa Lula de comparecer a 87 audiências


Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre, atendeu a um pedido feito pela defesa do ex-presidente Lula e liberou-o de comparecer aos depoimentos das 87 testemunhas convocadas por seus advogados no processo em que o petista é acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Lava Jato; Lula já havia chamado a decisão do juiz Sergio Moro, para que ele comparecesse a todas as audiências, de "barganha"; no pedido, a defesa de Lula lembrou que a quantidade é compatível com a legislação - que admite até oito testemunhas por cada fato ilícito imputado


4 DE MAIO DE 2017

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre, atendeu a um pedido feito pela defesa do ex-presidente Lula e liberou-o de comparecer aos depoimentos das 87 testemunhas convocadas por seus advogados, como havia determinado o juiz Sergio Moro.

No processo, Lula é acusado acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Lava Jato. O caso apura se o ex-presidente teve despesas pagas pela empreiteira Odebrecht, como a compra de um terreno para o Instituto Lula e o aluguel de um apartamento em São Bernardo do Campo.

Lula já havia chamado a decisão de Moro, para que ele comparecesse a todas as audiências, de "barganha" (leia aqui), uma vez que ofereceu à defesa reconsiderar sua própria decisão se os advogados também reavaliassem o número de testemunhas convocadas. No pedido, a defesa de Lula lembrou que a quantidade é compatível com a legislação - que admite até oito testemunhas por cada fato ilícito imputado.

Leia, abaixo, nota publicada pelos advogados de Lula a respeito do assunto:

"O TRF (Tribunal Regional Federal) da 4ª Região deferiu nesta quinta-feira (4) liminar em habeas corpus pedido pela defesa do ex-Presidente Luiz Inacio Lula da Silva para dispensa-lo de estar presente nas audiências em que serão ouvidas as 86 testemunhas arroladas pela sua defesa técnica.

Segundo o Juiz convocado, Nivaldo Brunoni, que proferiu a decisão, "não parece ser razoável exigir-se a presença do réu em todas as audiências de oitiva das testemunhas arroladas pela própria defesa, sendo assegurada a sua representação exclusivamente pela sua defesa técnica".


1 comentários:

Manoel Oliveira disse...

O JUIZ SERGIO MORO ESTAR DESORIENTADO, ELE E AQUELES SEUS DOIDOS, PROCURADORES, QUE NÃO SAO JUIZ, TEEM RAIVA POR ESSE MOTIVO E FRUSTRAÇÃO E DESEQUILÍBRIOS , POIS QUEM PRENDE E SOLTA E O JUIZ . E COMO ELES SAO DO PSDB SE FRUSTAM MAIS MAS IREMOS MOSTRA-LOS O QUE SEJA , UM PAIS COM POVO SAUDÁVEL DAQUI A UNS 50 ANOS, SEM OS POBRES QUE NÃO SABEM VOTAR E NÃO CONSEGUEM DISTINGUIR O QUE SEJA CORRETO OU ERRADO, ISSO FOI POR CAUSA DO MDB E DA ARENA.

[ Deixe-nos seu Comentário ]