São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - sexta-feira 17 de novembro de 2017 - Ano: X - Edição: 3.318 - Visualizações: 19.422.689 - Postagens: 32.192

O depoimento de Lula: estou sendo julgado por um power point



Na parte final de seu discurso, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse estar sendo vítima da maior caçada jurídica da história do País; "eu sabia que não tinha o direito de errar porque se errasse nunca mais alguém do andar de baixo seria eleito presidente da República"; o juiz Sergio Moro tentou cortar a fala do ex-presidente Lula, mas ele conseguiu retomar a palavra; "estou sendo julgado por um power point e por uma tese eminentemente política", disse Lula; "eu tenho o direito de falar, nenhum dos acusadores respeitou os meus netos de cinco e quatro anos, que sofrem bullying na escola"; em sua fala, Lula também disse ter orgulho da Petrobras e da empresa extraordinária em que ela se tornou após a descoberta do pré-sal; assista a um discurso histórico em que ele disse ainda que, pelas perguntas feitas pelo Ministério Público, a acusação não deveria nem ter sido recebida


10 de Maio de 2017 

Na parte final de seu discurso, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse estar sendo vítima da maior caçada jurídica da história do País.

"Eu sabia que não tinha o direito de errar porque se errasse nunca mais alguém do andar de baixo seria eleito presidente da República."

O juiz Sergio Moro tentou cortar a fala do ex-presidente Lula, mas ele conseguiu retomar a palavra.

"Estou sendo julgado por um power point e por uma tese eminentemente política", disse Lula. "Eu tenho o direito de falar, nenhum dos acusadores respeitou os meus netos de cinco e de quatro anos, que sofrem bullying na escola."

Em sua fala, Lula também disse ter orgulho da Petrobras e da empresa extraordinária em que se ela tornou após a descoberta do pré-sal.

Ele também reclamou das acusações sem provas. "O Ministério Público tem algum documento? Tem alguma escritura? Pelo amor de Deus, mostrem!"

"Se vocês não têm respeito pelos meus netos, tenham respeito pelos seus."

Assista a fala histórica de Lula diante de Moro, em que ele disse ainda que, pelas perguntas feitas pelo Ministério Público, a acusação não deveria nem ter sido recebida.



0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]