São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - quinta-feira 14 de dezembro de 2017 - Ano: X - Edição: 3.345 - Visualizações: 19.638.129 - Postagens: 32.192

PM mata dez sem-terra no sudeste do Pará

 Chacina aconteceu no município de Pau d’arco, no sudeste do Pará, nesta quarta-feira 24; segundo a Comissão Pastoral da Terra (CPT), a ação era de reintegração de posse e foi coordenada pela Polícia Civil e Militar; uma mulher e nove homens foram assassinados


24 DE MAIO DE 2017

A Polícia Militar matou 10 membros do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) no município de Pau d’arco, no sudeste do Pará, nesta quarta-feira 25.

A PM alega estar cumprindo um mandado de prisão contra suspeitos de envolvimento na morte de um segurança na Fazenda Santa Lúcia, no início do mês. Eles teriam sido recebidos a tiros e houve conflito.

Segundo a Comissão Pastoral da Terra (CPT), a ação era de reintegração de posse e foi coordenada pela Polícia Civil e Militar. Uma mulher e nove homens foram assassinados.

Ainda não há confirmação de quem são as vítimas. Os corpos foram levados para Redenção. Uma grande quantidade de armas também foi recolhida. Os corpos serão transferidos para o Instituto Médico Legal de Marabá.

A Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados divulgou uma nota sobre o caso. Confira:

Informe – Sobre o massacre em Redenção/PA

A Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados está pedindo à Presidência da Câmara a disponibilidade de uma aeronave para ir, em caráter de urgência, ao município de Redenção, no Pará, onde 10 trabalhadores foram mortos na manhã de hoje (24).

A diligência pretende acompanhar de perto o início das investigações, a preservação da integridade dos corpos para perícia, e prestar solidariedade as vítimas.

Em breve, quando recebermos confirmação da ida, informaremos em nossas redes sociais os detalhes da diligência.

Deputado Paulão (PT-AL)

Presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]