São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - sexta-feira 18 de agosto de 2017 - Ano: IX - Edição: 3.221 - Visualizações: 17.954.957 - Postagens: 31.406

Ex-deputado só conseguiu delação na Vaza Jato após acusar Lula





Ricardo Stuckert:

05/06/2017 - Advogado Cristiano Zanin Martins, que defende o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no âmbito da Lava Jato, afirmou, em nota, que "o ex-deputado Pedro Corrêa, cassado por quebra de decoro parlamentar em 2006, deixou hoje claro ao Juízo da 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba ter refeito anexos de seu depoimento à Força Tarefa do Ministério Público Federal, visando fechar sua delação premiada, com o objetivo de apenas completar informações a respeito do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva"; ex-deputado do PP, que já foi condenado a mais de 20 anos de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, prestou depoimento ao juiz Sérgio Moro nesta segunda-feira (5); segundo Zanin, Corrêa teria sido informado por membros do Ministério Público Federal, em setembro do ano passado, de que faltavam "elementos para embasar denuncia contra Lula, ocasião em que disse querer colaborar".

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]