São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - sábado 21 de outubro de 2017 - Ano: X - Edição: 3.291 - Visualizações: 18.935.765 - Postagens: 32.192

Ciro Gomes: estamos lidando com uma república de bandidos

 Em entrevista ao jornalista Marcelo Auler, o presidenciável Ciro Gomes, do PDT, disse que deputados favoráveis ao golpe devem ser escrachados e afirmou que, com Michel Temer, o Brasil se transformou numa república de bandidos


3 DE JUNHO DE 2017

Por Fernando Brito, editor do Tijolaço

Polêmico e desabrido, Ciro Gomes abre o verbo no  Blog de Marcelo Auler, que entrevistou – em companhia de Maurício Dias, colunista e editor da revista CartaCapital– o pré-candidato do PDT à Presidência da República. Veja a chamada do site de Auler:

Ao se mostrar cético com relação à situação do país,o ex-governador do Ceará e ex-ministro dos governos petistas, Ciro Gomes aponta uma única saída: recrudescer as manifestações populares.

Fala em “esquentar a linguagem das manifestações” uma vez que “estamos lidando com uma república de bandidos”.

Nesse diapasão diz ser necessário deixar de lado a passividade pois, em uma briga como esta, “quem dá as armas é o inimigo”.Por isso considera que “esculhambar com deputado em aeroporto é muito bom. Muito bom mesmo”.

Nos 30 minutos de conversa com o Blog, Gomes usou diversos adjetivos desqualificando Temer – “o temerário”, no seu linguajar – e o Congresso Nacional “composto de salafrários”.

Mas não poupou críticas aos governos petistas pela condução da política econômica e, em especial, pelas alianças políticas: “Quem é que botou o Michel Temer na linha de sucessão? Quem fez o Eduardo Cunha ter poder para eleger-se presidente da Câmara? (…) Na hora que a gente quiser construir unidade, eu exijo que a gente discuta tudo”.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]