São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - sexta-feira 18 de agosto de 2017 - Ano: IX - Edição: 3.221 - Visualizações: 17.954.957 - Postagens: 31.406

EMIR SADER | SOS LULA

"Lula representa hoje a única alternativa de reconstrução mínima do país. Lula não representa apenas a possibilidade de recompor os direitos sociais da grande maioria, abandonada por um governo que só pensa nos interesses dos bancos. Lula não representa apenas a necessidade de terminar com o desemprego de mais de 14 milhões de pessoas. Lula não representa apenas a urgência de acabar com a recessão que está levando o Brasil à pior catástrofe econômica e social da sua história", diz Emir Sader, colunista do 247; "Ninguém como Lula pode representar o SOS que o Brasil precisa para hoje, para ser resgatado do abandono a que foi entregue por uma política suicida de desconstrução do patrimônio público, de exclusão social de milhões de brasileiros, de retorno ao Mapa da Fome e ao FMI"



EMIR SADER
Colunista do 247, Emir Sader é um dos principais sociólogos e cientistas políticos brasileiros

14 de Junho de 2017

O Brasil parece estar absolutamente desamparado. O governo não governa mais e não se sabe até quando será governo. O Congresso vive aos deus dará, entre a defesa do mandato dos parlamentares acusados de corrupção, com os olhos postos as eleições de 2018 e nas vantagens e desvantagens de apoiar o governo ou romper com ele. O Judiciário, que havia renunciado a exercer seu papel no golpe, tem espasmos de decisão, enquanto juízes e promotores substituem a oposição política como partidos de direita. A mídia parece barata tonta diante dos monstros que ela mesma criou.

Ninguém consegue pensar nas eleições presidenciais de 2018, que parecem que ocorrerão daqui a um século. Ninguém consegue imaginar o governo Temer por mais algumas semanas, o que dizer por mais alguns meses. Nenhuma articulação com algum tipo de credibilidade está em curso para substituir o presidente golpista combalido. A inércia governo o país, que é vitimizado, alem das políticas suicidas do governo, pelo abandono. Quem se faz cargo do Brasil?

Para completar o quadro de destruição de tudo o que Brasil tinha de melhor, promotores se encarregam de tentar destruir a única presença política de credibilidade no país – o Lula. Diante da corrupção generalizada que atinge todo o governo, grande parte do Congresso e do próprio Judiciário (de que o financiamento da JBS ao Instituto do Gilmar já é o escárnio), a obsessão de promotores e da PF é tirar o Lula da vida política.

Lula não representa hoje apenas o PT. Lula não representa hoje apenas a esquerda. Lula não representa hoje apenas as camadas pobres da população. Lula representa um governo que deu certo, que respondeu às necessidades da grande maioria da população, que, apesar de atacado com mais de 80% de referencias negativas na mídia, saiu do governo com 87% de apoio.

Lula representa hoje a única alternativa de reconstrução mínima do país. Lula não representa apenas a possibilidade de recompor os direitos sociais da grande maioria, abandonada por um governo que só pensa nos interesses dos bancos. Lula não representa apenas a necessidade de terminar com o desemprego de mais de 14 milhões de pessoas. Lula não representa apenas a urgência de acabar com a recessão que está levando o Brasil à pior catástrofe econômica e social da sua história. Lula não representa apenas a necessidade de recuperar a imagem do país, que hoje apresenta ao mundo uma imagem penosa, vergonhosa, sem governo, de corruptos e golpistas que assaltaram o poder.

Lula representa a única via urgente, indispensável, de recuperação do Brasil como país viável, a única possibilidade de resgate da esperança, de uma alternativa de futuro para todos. Lula representa a única possibilidade de recompor o funcionamento do país como Estado de Direito, como república, como nação.

Ninguém como Lula pode se propor a dirigir o Brasil como estadista, respeitado pelo povo e pelo mundo. Ninguém pode se reapresentar ao país como quem fez o governo no momento mais virtuoso da nossa história. Ninguém pode encarar as acusações mais arbitrárias de peito aberto, se defendendo e partindo para o ataque diante da falta absoluta de isenção da parte dos seus acusadores.

Ninguém como Lula tem a capacidade de diálogo com todos os setores do país, dos catadores de lixo aos grandes empresários, passando por todos os setores da sociedade brasileira.

Ninguém como Lula pode representar o SOS que o Brasil precisa para hoje, para ser resgatado do abandono a que foi entregue por uma política suicida de desconstrução do patrimônio público, de exclusão social de milhões de brasileiros, de retorno ao Mapa da Fome e ao FMI.

O Brasil precisa do Lula como o único dirigente político que pode reconstruir a democracia e a convivência social pacífica entre todos, recompor o diálogo e o debate político entre todas as forças sociais, políticas e econômicas. Estar contra o Lula não é estar contra o PT, é estar contra a única via de resgate do país como nação, do Brasil como democracia, de todos nós como seres humanos com direitos a voz, a voto e à uma vida digna.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]