São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - segunda-feira 25 de setembro de 2017 - Ano: IX - Edição: 3.258 - Visualizações: 18.447.852 - Postagens: 32.052

Prostituta de luxo liderava grupo que furtava casas de alto padrão, diz polícia

Bruna Aguiar, 22 anos prostituta e chefe de quadrilha
08/07/2017 - A Polícia Civil prendeu nesta quinta (6) uma garota de programa de 22 anos suspeita de liderar uma quadrilha especializada em furtos de casas de alto padrão em Sorocaba (a 99 km de São Paulo) e cidades vizinhas. Outros dois homens também foram presos.

Segundo a polícia de Sorocaba, os investigadores monitoraram por quatro meses as redes sociais de Bruna Aguilar e de seus comparsas, Robson Aguiar, 18, e Bruno Felipe da Silva, 19.

Os policiais conseguiram descobrir que o trio atuava quando as casas estavam vazias e sabiam exatamente onde estavam guardados os objetos mais valiosos. Geralmente furtavam joias, relógios e dinheiro.

A equipe de investigação acredita que o trio recebia informações privilegiadas sobre as casas que deveriam furtar. "Eles tocavam a campainha, viam que não tinha ninguém e arrombavam, ou até pulavam os muros", disse ao site "G1" o delegado Marcelo Carriel.

Segundo a polícia, o trio costumava ostentar com fotos nas redes sociais uma vida de luxo.
Bruna foi presa em seu apartamento na cidade em Sorocaba. No local os policiais dizem ter encontrado dois revólveres calibres 32 e 38, munições, muitas joias, relógios de diversas marcas, entre elas Rolex, e bijuterias.

Com os outros criminosos, também na mesma cidade, foram apreendidos um carro, uma moto e R$ 80 mil.

A polícia disse que conseguiu esclarecer sete casos de furtos na região, mas que acredita haver outros.

Segundo a polícia, Bruna já tinha passagem pela polícia por furto e responderá por associação criminosa e porte ilegal de armas.

A polícia de Sorocaba não divulgou o que os detidos afirmaram em depoimento. A corporação também não soube informar se o trio apresentou advogados.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]