São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - domingo 24 de setembro de 2017 - Ano: IX - Edição: 3.257 - Visualizações: 18.447.852 - Postagens: 32.052

Apoio ao golpe tirou chances de Marina Blábláblá em 2018, diz fundador da Rede

15/08/2017 - Um dos fundadores e ex-membro da Rede Sustentabilidade, o cientista político e antropólogo Luiz Eduardo Soares disse que a ex-senadora Marina Silva, principal liderança do partido, "queimou caravelas" e perdeu a chance de disputar à Presidência em 2018 na posição de favorita devido ao seu apoio ao impeachment de Dilma Rousseff; "Quando ela assumiu essa posição, extremamente irresponsável do ponto de vista da democracia, acho que ela queimou as caravelas relativamente ao campo das esquerdas. Não só do PT, das esquerdas", avalia; "Ela hoje teria todas as condições de ser favorita nas eleições de 2018 se tivesse se mantido contra o impeachment", afirmou; para Soares, o apoio ao impeachment "entregou o país ao núcleo mais perigoso da política nacional, o PMDB".

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]