São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - sexta-feira 24 de novembro de 2017 - Ano: X - Edição: 3.325 - Visualizações: 19.422.689 - Postagens: 32.192

Sérgio Moro perdoou multa da Odebrecht 46 vezes maior que a delação de Palocci sem provas contra Lula



07/09/2017 - A Folha comparou o valor pedido pelos procuradores com as decisões tomadas por Moro em nove das principais ações penais abertas na Lava Jato.
O Ministério Público Federal recorreu de várias dessas sentenças. No caso que envolve a empreiteira Odebrecht, os procuradores haviam pedido R$ 14,1 bilhões. Moro decidiu não cobrar a multa e estabeleceu um pagamento de apenas R$ 228,8 milhões, um valor R$ 13,8 bilhões ou 97% inferior.

A delação de Palocci diz, sem provas, que Lula recebeu R$ 300 mi da Odebrecht, um valor 46 vezes menor que a multa perdoada por Moro. A verdade é que, mesmo se Palocci conseguisse provar o que diz, e não consegue, a reação gritante da mídia é desproporcional.

O pedido do MPF e a decisão de Moro perdoando 97% da multa ocorreram antes de os executivos da Odebrecht terem assinado um acordo de delação premiada homologado no STF (Supremo Tribunal Federal). Após a homologação, os executivos obtiveram ainda mais benefícios.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]