São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - segunda-feira 25 de setembro de 2017 - Ano: IX - Edição: 3.258 - Visualizações: 18.447.852 - Postagens: 32.052

“Vão ter que fazer um novo filme da Lava Jato”


05/09/2017 – Em jantar organizado para discutir reforma política nesta segunda-feira, 4, o assunto principal foi o procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Segundo deputados da base governista, houve consenso de que a decisão de rever o acordo de delação premiada dos empresários do grupo JBS abalou a credibilidade de Janot e favoreceu o presidente Michel Temer.

Nas palavras de um parlamentar que esteve no encontro, e que não costuma ter papas na língua, o sentimento geral é de que Janot “se f…”.  O jantar, realizado na residência oficial do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), reuniu líderes da base e da oposição. A toda hora, a discussão sobre a reforma política era interrompida por notícias que chegavam aos celulares dos deputados.

(…)

Ao deixar o encontro, o líder do governo, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), disse que não iria se pronunciar porque precisava analisar melhor o pronunciamento do procurador-geral da República, mas ironizou a situação. “Vão ter que fazer um novo filme da Lava Jato”, em referência ao longa lançado na semana passada sobre a operação.

(…)


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]