São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - quarta-feira 18 de outubro de 2017 - Ano: X - Edição: 3.288 - Visualizações: 18.935.765 - Postagens: 32.192

Alckmin, Kassab e Imbassahy são vaiados após mensagem do papa em Aparecida


12/10/2017 - O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), o ministro da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab (PSD) e o ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência, Antonio Imbassahy (PSDB) foram vaiados por parte do público presente nesta quinta-feira (12) à principal missa no Santuário Nacional em Aparecida (180 km de São Paulo) pelo dia da padroeira do país.

Kassab e Imbassahy estão no evento representando o presidente Michel Temer (PMDB), que gravou uma mensagem pelo dia da padroeira. O governador, um dos pré-candidatos à sucessão presidencial, participa todos os anos da solenidade em Aparecida.

As vaias ocorreram logo após o anúncio dos nomes das autoridades --entre as quais, prefeitos da região e deputados estaduais e federais-- e na sequência de uma mensagem em vídeo enviada pelo papa Francisco e exibida em telões.

No evento, ele foi representado pelo cardeal Dom Giovanni Batistta Re. Na mensagem, o papa pediu aos cristãos brasileiros que não desanimem diante das dificuldades e de problemas como a corrupção.

"Quando ao nosso redor as situações de desespero parecem querem nos desanimar, não se deixem vencer pelo desânimo. Somos convidados a ser alegres e agradecidos", pediu o pontífice, para quem "as periferias geográficas e existenciais" seriam as mais necessitadas "por uma gota de esperança".

"Um cristão jamais pode ser um pessimista. Agradeço ao povo pelas orações. Rezem pelo papa. Com certeza o papa sempre reza por vocês. O Brasil hoje necessita de homens e mulheres cheios de esperança que deem testemunho contra o egoísmo e a corrupção", definiu Francisco. "Com saudades do Brasil. Com saudades do Brasil", encerrou, bastante aplaudido na basílica.

Janaina Garcia Do UOL, em Aparecida (SP)


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]