São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - segunda-feira 20 de novembro de 2017 - Ano: X - Edição: 3.321 - Visualizações: 19.422.689 - Postagens: 32.192

EDUARDO GUIMARÃES | Cadeia para os deputados bandidos que salvaram Temer

Eduardo Guimarães é responsável pelo Blog da Cidadania
26 de Outubro de 2017

Foi amplamente denunciado que o presidente da República Michel Temer gastou 11 bilhões de reais de dinheiro público para comprar votos de deputados para votarem a favor do relatório da Comissão de Constituição e Justiça que rejeitou autorização para que o Supremo Tribunal Federal o processe por corrupção, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

Também é de conhecimento público que as obras que viabilizaram as propinas que o presidente da República recebeu custaram 32 bilhões de reais aos cofres públicos.

Os parlamentares que votaram a favor de Temer mentiram criminosa e acintosamente ao país. Alguns chegaram a dizer que ao microfone, diante das câmeras de TV, no Plenário da Câmara, que o que estava sendo votado era a "substituição do presidente da República". Outros chegaram a dizer que votavam a favor do presidente-bandido porque a economia estaria "melhorando".


Todos também sabem que a última pesquisa Datafolha detectou que 94% dos brasileiros reprovam Temer e que 95% acham que o país está no rumo errado. Qualquer um entende, portanto, que o custo eleitoral para os deputados que votaram a favor dele na sessão da Câmara desta quarta-feira (25) cometeram uma espécie de haraquiri político.


É óbvio que essa maioria que votou a favor de um governo tão rejeitado e suspeito certamente recebeu "recompensa" substancial para agir como agiu. Some-se a isso notícias sobre quanto custou essa "absolvição" e tem-se aí um dos maiores assaltos aos cofres públicos da história brasileira, razão pela qual os deputados que votaram a favor de Temer merecem cadeia.

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]