São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - quinta-feira 19 de outubro de 2017 - Ano: X - Edição: 3.289 - Visualizações: 18.935.765 - Postagens: 32.192

“O que menos um juiz deve fazer é ouvir a mídia” diz Pedro Serrano


Guilherme Santos/Sul21


08/10/2017 - Em entrevista à TV 247, um dos mais respeitados constitucionalistas do país, Pedro Serrano, afirma que hoje as medidas de exceção já comprometem várias áreas da vida brasileira, muito além da investigação sobre políticos e denúncias de corrupção; "O problema central não é o Lula", diz ele; "O central é que há uma produção de uma jurisprudência de exceção"; neste ambiente em que a Justiça se torna um espetáculo, muitos servidores – onde ele inclui membros do Ministério Público e até juízes – se sentem intimidados, avalia; "Têm dificuldade de reconhecer os direitos de um cidadão" mesmo quando sabem que têm razão; "Têm medo de serem vistos como corrupto e sofrer alguma sanção", diz; o professor da PUC define o suicídio do reitor da UFSC, Luiz Carlos Cancellier, como a "conduta política" de quem teve sua imagem destruída: "respondeu ao espetáculo com o espetáculo".

Leia mais em Brasil 247

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]