São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - terça-feira 24 de abril de 2018 - Ano: X - Edição: 3.476 - Visualizações: 21.650.328 - Postagens: 33.408

Chuva de granizo no Sertão do Ceará alaga ruas e derruba árvores



A chuva de 18 milímetros ocorreu por volta das 17 horas e durou cerca de 30 minutos. Registros de moradores mostram o chão coberto de cristais de gelo


22/12/2017

Uma chuva de granizo surpreendeu moradores da região serrana do município de Parambu (distante 406km da Capital), no fim da tarde desta quarta-feira, 20. Fenômeno provocou alagamento e derrubou árvores nas três comunidades atingidas: Serra do Lopes, Sítio Farias e Serra de Uruburetama.

Embora não sejam raros os casos como esse no Estado, essa é a primeira vez que um alto volume de granizo é registrado, segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

"A partir das imagens, podemos dizer que é a maior quantidade que se acumulou na superfície de solo, pelo menos no Ceará", explicou Raul Fritz, supervisor da Unidade de Tempo e Clima da Funceme.

A chuva de 18 milímetros ocorreu por volta das 17 horas e durou cerca de 30 minutos. Registros de moradores mostram o chão coberto de cristais de gelo. O neto da agente comunitária Damiana de Sousa, 51, gravou o momento em que a chuva ocorria. Ela conta como foi o temporal. “A chuva veio com muita ventania, trovoada e relâmpago, arremessando a telhas das casas”, descreveu Damiana.

Moradora da comunidade Serra do Lopes, Antônia Pereira, 48 anos, ficou surpresa com o acontecimento. “Foi uma grande chuva, forrou nosso solo completamente. Até hoje pela manhã havia pedrinhas de gelo nas ruas”, relata.

Entenda

Meteorologista explicou que o fenômeno foi ocasionado devido à formação de uma nuvem grande desenvolvimento vertical. “São nuvens bem frias, bastante desenvolvidas, elas são chamadas de cúmulo-nimbo. Esse tipo de nuvem cresce verticalmente e se desenvolve muito em altura. Portanto, o topo é gelado e forma o granizo. A temperatura do topo dela pode chegar a 70 graus negativos”, descreveu Fritz .


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]