São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - terça-feira 12 de dezembro de 2017 - Ano: X - Edição: 3.343 - Visualizações: 19.638.129 - Postagens: 32.192

Depoimento de Tacla Duran é caso de ‘prisão preventiva de Sérgio Moro’, diz advogado Antônio Carlos de Almeida Castro


03/12/2017

O advogado criminalista Antônio Carlos de Almeida Castro defendeu a prisão preventiva do juiz da Lava Jato, Sérgio Moro, após as revelações do depoimento de Tacla Duran, realizado esta semana na CPI da JBS. É caso de “prisão preventiva com certeza”, disse Almeida Castro.
No depoimento, Tacla Duran revelou que o advogado Carlos Zuccolo Júnior negociava com os presos de Curitiba um abrandamento na pena e permissão para usufruir de benefícios do crime, caso fizessem uma delação direcionada. Zuccolo Júnior é amigo pessoal e padrinho de casamento de Sérgio Moro, além de ser sócio do escritório de advocacia de Rosângela Wolff, esposa de Sérgio Moro. Zuccolo pedia 1/3 dos honorários por fora.
Sérgio Moro nega as acusações, mas Tacla Duran afirma ter provas periciadas que comprovam uma série de irregularidades na Lava Jato.


Leia mais no UOL

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]