São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - quarta-feira 21 de Fevereiro de 2019 - Ano: X - Edição: 3.414 - Visualizações: 20.852.299 - Postagens: 32.877

Boate Kiss, 242 mortos, cinco anos depois ninguém foi punido, o TRF-4 e o MPF tão ágeis para punir Lula, sentaram sobre os processos


Cinco anos após tragédia da Boate Kiss, Justiça tem mais de 250 processos em tramitação e não andam



Cinco anos após a tragédia da boate Kiss, no Rio Grande do Sul, que matou 242 pessoas em 27 de janeiro de 2013, 252 processos tramitam na Justiça estadual, pedindo reparação financeira por danos morais e materiais.

Desses, 26 foram julgados na comarca de Santa Maria, em primeira instância. Outros 35 já tramitam em recurso em segunda instância no TJ-RS. Mais de 80% dos processos tramitam na comarca de Santa Maria, mas também há ações originárias de outros municípios.

Desde 2017, decisões do TJ estão responsabilizando pela tragédia, e pela primeira vez, o governo do Estado e a Prefeitura de Santa Maria.

No processo da esfera criminal, o MP gaúcho já eliminou qualquer possibilidade de punição aos gestores públicos responsáveis pela fiscalização da boate.

Em Santa Maria, mais da metade dos processos está pronta para sentença e aguarda apenas o resultado de prova pericial para avaliar se há ou não confusão patrimonial entre as empresas da família de Alessandro Spohr.

Perícia contábil está sendo feita pela 1ª Vara Cível especializada em fazenda Pública de Santa Maria para avaliar se as empresas tinham o mesmo patrimônio, possuem os mesmos sócios e usavam a mesma razão social da Boate Kiss. Caso isso se confirme, as empresas também entrarão no rol de responsabilizados pelo pagamento de indenizações.



0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]