São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - terça-feira 20 de Fevereiro de 2018 - Ano: X - Edição: 3.414 - Visualizações: 20.852.299 - Postagens: 32.877

Manifestantes invadem sede da Rede Globo e pintam tudo de vermelho, em protesto contra o julgamento de cartas marcas do TRF-4


Manifestantes que ocupavam a calçada da Rede Globo, no Rio de Janeiro, em apoio ao ex-presidente Lula, entraram no prédio da emissora; letreiro externo e logotipo da empresa foram manchados de vermelho; "Precisamos mostrar que o povo não aceitará uma condenação com cartas marcadas. Criou-se um espetáculo jurídico com nítida sustentação da rede Globo", afirmou Paulo Henrique, ligado ao MST


24 DE JANEIRO DE 2018

Os manifestantes que ocupavam a calçada em frente à sede da Rede Globo, no Rio de Janeiro, em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está sendo julgado nesta quarta-feira (24) pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) no caso do tríplex do Guarujá, entraram no prédio da emissora.

Os manifestantes, ligados a movimentos populares como o MST e Levante Popular da Juventude mancharam de vermelho o letreiro externo da emissora e o símbolo da empresa que fica no hall de entrada do edifício.

"Um julgamento como esse exige uma resposta radical. Precisamos mostrar que o povo não aceitará uma condenação com cartas marcadas. Criou-se um espetáculo jurídico com nítida sustentação da rede Globo. O judiciário não sustentaria tanta inconstitucionalidade se não fosse a emissora agindo por traz para se favorecer. Enquanto existir Globo, não haverá democracia" afirmou Paulo Henrique, ligado ao MST.

Os manifestantes dizem que, caso Lula seja condenado e impedido de disputar a eleição presidencial de outubro, poderá correr ocupação de ruas e a radicalização do movimento.


0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]