São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - quinta-feira 24 de maio de 2018 - Ano: X - Edição: 3.506

Polícia prende cinco dos sete bandidos suspeitos de terem participado da chacina em Cajazeiras


Os homens foram presos armados em velório


30/01/2018 - O titular da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, reuniu a imprensa na sede do órgão, na noite desta segunda-feira, 29, para confirmar que cinco dos sete homens armados que foram presos em um velório são suspeitos de participação da chacina em Cajazeiras, ocorrida na madrugada de sábado, 27. Dois deles foram liberados pela Polícia.

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) prendeu os homens após receber denúncias anônimas. Eles serão autuados por crimes como uso de documento falso, porte ilegal de arma de fogo e organização criminosa. Um dos detidos já era procurado por homicídio.

Segundo o delegado da DHPP, Leonardo Barreto, uma equipe exclusiva está atuando no caso. Uma perícia está sendo feita para confirmar se as armas apreendidas com os homens no velório também foram usadas na chacina. Os homens também passarão por exames, como o de balística, que revela se o indivíduo deu algum disparo com arma de fogo. Eles saíram em viaturas da DHPP para fazer os exames.

Foi revelado também que o homem preso no sábado trocou tiros com a Polícia antes de ser apreendido com um fuzil. O secretário da segurança falou que as medidas anunciadas pelo governador, no domingo, 28, serão postas em prática e que "será a maior investida que a Polícia fará contra facções".

Na entrevista, confirmou ainda que algumas informações serão mantidas em segredo, para que não sejam prejudicadas as investigações.

"Estamos (trabalhando) incansavelmente para dar uma resposta à população cearense", afirmou Andre Costa negando ainda que sairia do cargo, "eu continuo focado na missão. Continuo com foco total no trabalho".

A chacina das Cajazeiras foi a maior da história do Estado, com 14 mortos e ocorreu numa casa de forró na madrugada de sábado, 27.



0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]