São Gonçalo do Amarante - Ceará - Brasil - sexta-feira 23 de Fevereiro de 2019 - Ano: X - Edição: 3.416 - Visualizações: 20.852.299 - Postagens: 32.877

Com auxílios, juízes moralistas sem moral deixam de pagar R$ 360 milhões de imposto de renda


ABR:



11/02/2018 - A Receita Federal deixa de recolher, por mês, cerca de R$ 30 milhões em imposto de renda por causa de benefícios como auxílio-moradia, concedidos indiscriminadamente a um total de 18 mil juízes brasileiros, de 81 tribunais federais e estaduais, entre eles os juízes Sérgio Moro e Marcelo Bretas, e os desembargadores Leandro Paulsen e Victor Laus, que têm imóveis próprios e recebem o benefício, que é enquadrado legalmente como indenização e, como tal, não é sujeito a cobrança de imposto; também não é considerado no cálculo do teto do salário dos juízes, fazendo com que seus salários ultrapassem o teto de remuneração, que é de R$ 33,7 mil por mês; por ano, a renúncia fiscal com a farra dos auxílio alcança R$ 360 milhões.

0 comentários:

[ Deixe-nos seu Comentário ]